quarta-feira, 7 de julho de 2010

Faltam 10 dias !!!

Entramos na contagem regressiva para o primeiro niver do meu filhote !!! Sempre amei festas de crianças. Ainda lembro quando era pequena, como nós fazíamos as comemorações lá em casa... os bolos, as sacolas de lembrancinhas, os balões, os docinhos... Cada aniversário meu, era esperado com grande ansiedade... na véspera, nem dormia direito... Hoje em dia, confesso, que já não me animo tanto para comemorar o meu dia... Já o do Diego...


Quando pensamos na festinha dele, o primeiro passo foi escolher o local. Como moramos num ap e não tem salão de festa, seria tarefa complicada reunir adultos e a meninada aqui em casa. Depois pensamos em fazer num restaurante. Mas não ia ter cara de niver de crianças. Todo mundo sentado numa mesa, comendo e tentando controlar os pequenos, acho que seria pouco divertido. Então decidimos fazer numa quinta (=buffet). Tivemos que nos antecipar, pois a época é de grande procura por aqui, em especial para os casamentos. Começamos a visitar os locais uns 4 ou 5 meses antes. E por sorte, encontramos um cantinho agradável, que tinha o dia livre e com uma senhora muito simpática e acolhedora que nos agradou logo de início. Ainda fomos visitar outros espaços, mas alguns estavam ocupados, outros não nos agradaram tanto... e enfim, já estava decidido. Quinta de Santo Antonio, em Mateus, Vila Real.


Depois, comecei a negociar com o papá, a idéia de trazer uns palhaços para animar a meninada. No começo, ele achou um exagero. Fazer aniversário de criança numa quinta, ainda mais com palhaços... parecia muito fora da realidade para ele... e para muita gente por aqui. A impressão que tenho é que as pessoas, pelo menos da nossa região, não são acostumadas a investir e caprichar na festa dos pequenos. Muitas vezes, senti-me uma E.T., sonhando com uma comemoração como se faz no Brasil.


Bem, já sabia que não ia conseguir fazer cá as festinhas em grande estilo que se fazem lá... Pelo menos aqui em Vila Real, as quintas não estão preparadas para isso. Nem há lojas especializadas em artigos para festas infantis... Não faz parte do costume das pessoas. Então, comecei a ficar um bocado desiludida... Mas não me desanimei por completo. E segui com o desejo de fazer uma festa legal para o Diego e com os palhaços. E não é que dei a maior sorte !!! Num sábado, fomos ao shopping e tinha lá um grupo fazendo modelagem de balões para a garotada. Nem perdi tempo. Fui logo falar com eles e perguntar se faziam festinhas de criança. E não é que deu tudo certo ??? Eles ainda não tinham o dia ocupado e ficou acertado. Vão vir vestidos de palhaços para pintar a garotada, fazer esculturas com balões e ainda vão trazer uns insufláveis. Amei !!! E acho que a meninada também vai adorar !!!

O terceiro passo foi escolher o tema da festa. Podia fazer um niver normal, sem uma decoração específica. Mas achei que se escolhesse um tema ia ficar mais engraçado. Comecei a pesquisar e fiquei surpresa com a enorme quantidade de opções. Mas, infelizmente, aqui seria quase impossível fazer a maioria das produções, principalmente, pela falta de material. Foi aí que pensamos que os mais acessíveis seriam os temas circo e futebol (por ser tempo de Copa do Mundo). Até andei lendo que fazer uma festinha de circo no primeiro niver da criança dá sorte ao pequeno. Mas, por fim, acabamos decidindo pela segunda opção. O que nos motivou a escolher o tema futebol foi a paixão do Diego por bolas. Assim tínhamos a certeza que o meu filhote ia adorar. Em segundo lugar, também ia fazer a alegria do papá que é fanático pelo esporte.
 Amanhã, mostro os convites e outras cositas mais...

2 comentários:

Karol Nascimento disse...

Que legal!!! Adoro aniversário de criança, mas esse povo faz umas festinhas tão sem graça né? Por aqui tb é assim!! O brasileiro que quer incrementar compra as coisas pela internet pq loja especializada é difícil!! Fico feliz por vc ter conseguido o buffet e os palhaços. Vai ser bem legal!!! BJ

Débora disse...

Karolzinha,
Espero que sim... o meu desejo é que todos se divirtam, em especial, os pequenos, claro ! Muita gente ficou admirada por irmos fazer a festinha de um ano do Diego nessa dimensão... mas ficaria muito triste se fosse diferente... sei que ele não vai entender muito, nem muito menos lembrar quando for grande... mas acho que vale a pena !!!