segunda-feira, 26 de julho de 2010

Acabou-se o que era doce !

Gente, estamos de volta ! Depois de uma boa semana de férias, nossa casa nos acolheu de braços abertos...
Passamos dias ensolarados e divertidos no Algarve, sul de Portugal, mais especificamente em Albufeira. Dá só uma olhadinha...


Aquilo lá respira turismo... A praia acima é a dos Pescadores... que de Pescadores não tinha nada. Tinha, sim, um monte de alemães, ingleses e nórdicos. É uma concentração de gente alta, loira e de olhos azuis que só vendo. Aliás, eles estão em toda parte por lá. Tudo é feito para eles. Os cardápios são em inglês, os garçons falam alguma língua além do português, enfim...  Os empreendimentos hoteleiros, nem se fala... Todos de olho no dólar, na lira, ou seja, na "bufunfa" dos mais abonados...


O Algarve está para Portugal, aliás, para a Europa, como o Nordeste está para o resto do Brasil. Toda gente vai lá em busca de sol, mar e diversão. Por uns instantes até deu para matar saudades da terrinha... bem  até eu entrar no mar. Que água era aquela !!! Gelada !!!! Não dava para encarar. Só enfrentei um dia e olhe lá... Mas se o mar não é um grande atrativo para quem está acostumada às águas morninhas da praia do Futuro, a infra-estrutura não deixa a desejar. Advinem só o que é isso aí ???


Isso mesmo, um elevador panorâmico, com ar condicionado e tudo pra deixar a galera na praia. Já imaginou ? E quem não quisesse ir nele, tinha também escadas rolantes. Pois é... escadas rolantes à ceu aberto e à beira mar, para o povo não fazer muito esforço nem na chegada, nem na saída. Lembrei logo de Canoa Quebrada. Aquelas benditas escadinhas que a gente tem que descer e depois subir...
Mas luxo também se paga, viu, galera! Para ter direito a um guarda-sol ou barraca e duas cadeiras, tem que desembolsar entre 9 e 15 euros. E essa, hein ?


Bem, mas no final das contas, o importante é que nos divertimos. Além dos dias de praia, ainda fomos a Sevilla, que fica no Sul de Espanha. Visitamos um parque temático (Isla Magica) e um parque aquático. O Dieguinho adorou tudo: esbaldou-se na piscina e enfrentou a água gelada do mar sem medo. Ia para lá todo contente, aos gritos de felicidade. E nas saídas noturnas, estava sempre a dançar quando ouvia uma música e até batia palmas para os músicos. Já  estamos com saudades... 

1 comentário:

sabrina disse...

Olá, cunhada! Que imagens lindas essas, hein! Descanso merecido para vocês depois de todo o trabalho na organização do niver do Dieguinho.
Grande bejo!