segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Um é pouco (?)... Dois é bom... Três é demais !!!

Como é que vocês conseguem ?
Quando estiver com minha mãe, vou perguntar como ela conseguia administrar três filhos...
Se bem que entre meu irmão e eu há uma diferença de 5 anos !
Mas quem têm gêmeos ou filhos com idade muita próxima deve se ver grego para controlar a criançada (minha amiga Tuka que o diga...)


No sábado à noite, fomos jantar fora com os padrinhos do Di.
Eles têm 2 filhos: uma menina que vai completar 4 anos e o meu afilhado que é da idade do Di.
Foi a maior coincidência.... Eu e minha comadre engravidamos na mesma época.
Nossos filhos têm apenas uma semana de diferença !
Bem, lá estávamos nós achando que íamos ter uma noite de lazer... para colocar o papo em dia...
Quando saímos só nós e o Dieguinho, quase não conseguimos mantê-lo sentado durante uma hora no restaurante.
Agora, fazer o mesmo com outras 2 crianças na mesa é missão praticamente impossível.
É que um vai "puxando" o outro e não há um minuto de sossego !
Meu filhote adora brincar com a menina.
Parecem ímãs: um está sempre a correr atrás do outro.
Quando estamos em nossas casas, tudo bem.
Mas no restaurante... não dá, né ? 
Depois, um queria sair da cadeira, o outro chorava... ui !
Resultado: mal comemos o prato principal e viemos acabar o jantar aqui em casa...rsrsrsrs...
Aí eles puderam se esbaldar a valer...
Meu Deus, não é nada fácil controlar 3 crianças juntas !
A vocês, papás e mamãs que têm essa missão todo o dia, meus parabéns !
Imagino que há horas que dá para se beirar a loucura, mas também penso o quanto deve ser imensamente gostoso ter três abraços ao mesmo tempo ! rsrsrsrsrsrs...

Quanto a dois filhos...
Semana passada, encontramos um amigo no supermercado.
Quer dizer, primeiro encontramos os filhos dele.
Dois meninos hiper ativos que andavam correndo um atrás do outro entre frutas e verduras.
Muito engraçado !
Morri de rir e por um instante achei que seria ótimo se o Dieguinho também tivesse um irmãozinho para brincar.
Mas foi só por um instante, viu, gente !
Por enquanto, ele vai continuar reinando exclusivamente aqui em casa...rsrsrsrsrs
Um ótima semana a todos !!!

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Novos desafios

A pressão entra para as nossas vidas no momento que nascemos.
Direta ou indiretamente somos pressionados a tudo:
a começar a andar, a falar, a entrar para a escola, a fazer faculdade, a trabalhar, a casar, a ter filhos...
Quem nunca passou por uma cobrança desse tipo ???
Depois que somos mães, parece que a pressão só aumenta.
Os palpites, opiniões, pitacos e cobranças são muitos !
O menino já anda ?
Ele ainda mama ?
Não fala ?
Dorme com vocês na cama ?
E o pior... se a resposta não corresponde ao esperado, tudo é culpa da mãe !
Arrrrgggghhhh !

De uma certa forma, em alguns casos, somos nós as culpadas mesmo !
Por excesso de amor, às vezes até por comodismo, acabamos habituando os nosso filhos a coisas pouco recomendadas.
Com um ano e meio, o Di ainda mama (agora só para dormir) e ainda dorme na cama conosco.
Como tirar esses vícios ???
Estou achando difícil...
Como negar o peito ao meu filho quando ele cheio de soninho vem se animar a mim e chora, chora até ser atendido ??
Vou deixá-lo no berço chorando durante horas até ele se acostumar a dormir lá ??
Help, meninas !!! Aceito sugestões !!!


Outros dois desafios que estão me batendo à porta são em relação à fala e o tão temido desfralde.
Meu filhote só diz "papá", "mamã" e suas variações.
Também balbucia um monte de sílabas, fala imenso a linguagem dos bebês, entende tudo o que falamos e obedece ao que pedimos, mas não diz outras palavras entendíveis...
E a culpa é de quem ???
É da mãe que não o estimula (o que não é verdade !)...
e é também da mãe que não o coloca na creche para conviver com outras crianças.
Bem, quanto a esse tema, nem me estresso tanto, pois tenho conversado muito com outras mulheres e percebi que não falar antes dos 2 anos é mais comum do que eu pensava...

Quanto ao desfralde, outro dilema !
O médico disse que eu já deveria iniciá-lo, mas como fazer se o Di ainda não fala ?
Ainda não pede para fazer xixi e côco ?
Quando ele está fazendo o número dois eu sei bem... mas o número um, é impossível perceber.
Meu filhote também ainda não sabe tirar a roupa...
Por outro lado adora andar peladão... se for sem fraldas, melhor !
Tenho lido matérias e posts sobre o assunto e acho que ainda é cedo para ele.
Também tenho medo de deixar para depois e ser tarde !
Enfim, quem disse que ser mãe era fácil ?


Quem já passou e superou esses probleminhas, deixe aqui o comentário contando sua experiência.
Com certeza, vai ser de grande valia !
Eu e muitas outras mamãs agradecem !
Um abraço e um fim de semana sem cobranças pra nós !

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Você já desejou tirar férias do seu filho ?

Férias, talvez não !
Mas qual mãe nunca desejou umas horas de folga só para ela ??
Deixem eu me explicar...
Não trabalho fora; sou mãe em tempo integralíssimo !
E com todas as letras, pois também não tenho ajuda de ninguém para cuidar do Di !
Moro longe da minha família...
A família do meu marido também não vive na mesma cidade que a nossa.
Meus sogros moram no campo.
Aqui só tenho meu cunhado, e a cunhada que trabalham fora !
Resultado: não tenho com quem deixar o meu filho 5 minutos sequer !
Cuido dele 24hs por dia !
Se ele quer comer ou beber, é a mãe
Mudar a fraldas, a roupa, dar banho... é a mãe
Botar pra dormir... mãe
Brincar, levar para passear... mãe !
E é a mamãe aqui quem tem que carregá-lo para onde for: padaria, farmácia, supermercado,shopping, cabelereiro...
Nem dentro de casa, ando sozinha !
Se vou ao banheiro, ele vai junto.
Enquanto tomo banho, lá está ele brincando com a pasta, escova de dentes...
Enquanto cozinho, ele está sempre por perto querendo ver o que vai para a panela
Nos dias de limpeza da casa, fica sempre de roda querendo ajudar, limpar também (uma graça!)
Até na hora de dormir, meu filhote quer estar agarrado a mim....

Sou mortal... também me canso como todo mundo
Não que esteja cansada do meu filho, mas não vou nem mentir que também adoro as raras folguinhas que ele me dá...
Já não acorda tantas vezes à noite...
Faz sestas prolongadas
Agora só procura a mama para dormir...
Enfim, aos poucos, vai deixando-me respirar mais...rsrsrsrsrs !



´Contudo, por mais que tenha saudades de ir ao cinema, de andar pelo shopping descansada, tomar um banho sossegada, ter um jantar tranquilo no restaurante com o papá, dormir sem acordar à noite...
...não tiro férias do meu filho, nem que seja só por uma hora.
Prefiro tê-lo assim sempre ao meu lado do que deixá-lo aos cuidados de outros...
Imagino que um dia vou sentir saudades desse tempo que ele era tão dependente de mim...
Por isso, vivo cada segundo com ele intensamente...
Ele está comigo em todos os momentos...
Meu companheiro fiel...minha companhia mais que constante !
Sei que, às vezes, a gente precisa de um tempo só nosso, para se curtir !
Ou só para o casal... para reenergizar o romantismo...
Mas, por enquanto, funcionamos e somos felizes assim:
Grudados feito chiclete !
Um feliz dia a todos !

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Fim de semana e selinhos !!!

Olá, meninas ! Como foi o fim de semana de vocês ?
O nosso foi tranquilo, mas bem legalzinho.
Passei o sábado à tarde inteiro com meu filhote no shopping.
Fui lá para ele brincar um pouquinho.
Num brinquedo, fiquei uma hora olhando ele se divertir e me divertindo com ele.
Nunca tinha estado tanto tempo ali, mas ele estava tão feliz que até dava pena de tirá-lo.
Aliás, toda vez que ele chegava perto de mim, eu dizia: "Vamos embora, filho ?"
Ele começava logo a resmungar e saía correndo.
Muito engraçado !
Ainda assim, consegui tirá-lo de lá.
Depois ainda fomos a um outro brinquedo.
E lá se foi mais meia hora a vê-lo saltar e se divertir.
À noite, fomos os três jantar no nosso restaurante favorito na cidade.
É um lugarzinho simples, mas de comida maravilhosa.
O chef é francês e quem serve às mesas é a esposa que é portuguesa.
Eles fazem um mix de cozinha portuguesa e francesa...
a comida é das melhores que já provei !
No domingo, fomos almoçar em casa dos meus sogros.
E o Dieguinho mais uma vez se esbaldou com os animais que tem lá.
Ele adora ir ver os coelhos, as galinhas, a cadela...
Assim passou-se mais um fim de semana por essas bandas...
E a semana já começou bem...
Vejam só o que ganhei...














Gente, acho que não esqueci de nenhum !!!
Engraçado é que dia desses estava pensando.. "nunca mais ganhei nenhum selinho..."
Acho que algum anjinho ouviu o meu pensamento e a minha querida amiga Claudia, do blog da Clauo, presenteou-me com esses mimos. Todos de uma vez !
Achei super bonitinho e divertido.
O que eu tenho que fazer agora ?
Presentear outras 10 amigas com essa overdose de selinhos...


Meninas, espero que vocês tenham gostado tanto quanto eu !
Uma ótima semana pra nós !!!

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Crescendo...

Ontem foi dia de consulta de rotina do Dieguinho com o médico de família.
A consulta dos 18 meses.
Altura: 84 cms
Peso: 10,700g
Perímetro encefálico: 49 cms
Segundo o médico, ele está se desenvolvendo dentro dos padrões físicos e psicológicos para uma criança da idade dele.
O único "porém" que me preocupava era em relação ao peso.
Meu bebê não é de comer muito.
É um menino magro e toda a gente sempre me cobra que ele deveria ser mais cheinho.
Conversando com o médico sobre isso, ele disse para não me preocupar, pois o Dieguinho está seguindo a sua linha de nascimento.
Como ele nasceu magro, está dentro do padrão dele. Deve ser uma criança alta, mas magra.
Fiquei mais tranquila.
Da gripe, ele está quase bom e já fui autorizada a suspender o xarope e as gotinhas.
Tudo segue bem no nosso pequeno reino...


Quinta-feira é o dia das consultas das crianças e grávidas lá no centro de saúde.
Enquanto aguardava ser chamada, fiquei observando os outros bebês que estavam lá.
Olhava para aquelas coisinhas fofas de 4, 6, 8 meses e depois olhava para o meu filho.
Nem acreditava como o meu Di já tinha sido daquele tamanhozinho.
O Dieguinho, com seus 84 cms, parecia tão grande diante daquelas fofuras...
Bateu saudade do meu bebêzinho...
...e acabei por me mentalizar que hoje já tenho um menininho lindo.


E não é só na aparência que percebo que meu bebê cresceu...
O Dieguinho vem mudando seus hábitos e mostra que está virando um homenzinho...
Já não procura tanto a mama... (ontem adormeceu sem estar agarrado a teta)
Quer segurar sozinho o copo para beber
Dorme bem menos
Quer ajudar-me em tudo e imitar o que faço
Entende o que a gente diz e obedece a tudo (ou quase) o que a gente pede
E já brinca em parquinhos para crianças maiores do que ele.


No shopping vizinho aqui de casa, tem um brinquedo nesse estilo.
Ele adora ir para lá...
Sobe rampas, passa por obstáculos, desce enormes degraus...
Fico surpreendida com as habilidades dele.
Confesso que o estimulei bastante desde cedo.
Sempre o levei a parquinhos e a esses locais onde ele pode se exercitar a vontade.
Além de gostar de brincar e vencer todos "aqueles desafios", o Dieguinho adora estar em contato com outras crianças.
Eu também adoro proporcionar-lhe esses momentos.
Como ele não vai para a creche, é bom para ele conviver com gentinha da idade dele...
Nos divertimos os dois...
Fico ali, acompanhando cada movimento dele...
com um sorriso sempre estampado no rosto...
cara de mãe boba, orgulhosa...  
...vendo o seu menino já tão crescidinho, mas que não deixará nunca de ser meu bebê.
Amanhã vamos lá brincar de novo...
Um final de semana bem divertido para nós !!!

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Paciência

Enquanto aguardava ser chamada no posto de saúde no último sábado, observava uma mãe e uma filha bem a minha frente. A mãe devia estar perto dos 70 anos. A filha que, passava dos 40, discutia com a pobre da mulher porque ela não trazia na bolsa o cartão de saúde... Faltou naquele momento um pouco de paciência....
No dia seguinte, em casa dos meus sogros, o Dieguinho ainda estava um pouquinho rabujento por causa da gripe... Chorava, não queria comer, não conseguia dormir, não tomava os medicamentos, enfim... estava naqueles dias ! Eis que passa o meu cunhado e solta um "haja paciência !".

Paciência foi uma virtude que eu só aprendi a ter depois que o meu filho nasceu.
Hoje vejo-me com uma calma e paciência que seriam impensáveis há 2 anos atrás.
Como um filho nos modifica...
A gente é capaz de ficar minutos esperando que eles comam uma colher...
...andamos às voltas para que eles comam a segunda... rsrsrs !
...somos capazes de ficar horas os embalando para eles dormirem...
...construimos quantos castelos forem precisos mesmo que eles os destruam logo em seguida...
...arrumamos o cantinho dos brinquedos 2, 3 vezes por dia....
...enfim, depois que se tem um filho, a gente precisa de paciência para tudo !


Mas e com todo o resto ?
Marido ? Pais ? Família ? Amigos ? Trabalho ?
Ainda sobra paciência para eles ??
Seria bom que sim, né?
Em especial com nossos pais...
Eles estão ficando velhotes....
Mais do que nunca vão precisar do nosso amor, carinho... e paciência !
Pois é... chegou nossa hora de retribuir !!!
Se uma imagem vale mais que mil palavras, veja agora esse vídeo...

video

Nem é preciso dizer mais nada né ?
Que possamos ter paciência e sermos contemplados pela paciência alheia sempre !
Um dia cheio de calma e tolerância para nós !

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

18 meses

Parabéns filho !!!
Você completa hoje um ano e meio de vida !!!

É com muita alegria e um coro de espirros que comemoramos a data de hoje.
Estamos todos gripados aqui em casa... coisas do inverno. Mas nada de grave...
Por precaução, no sábado, levamos o Dieguinho ao centro de saúde, pois ele estava tossindo muito e com aquela carinha cheia de gripe.
Para nosso alívio, nada além dela...
A médica receitou-nos um xarope e uma gotinhas, mas disse que estava tudo bem !

É claro que queríamos comemorar a data com a saúde a 100%. Mas apesar dos espirros, da coriza e da ligeira indisposição, estamos todos bem. Só temos a agradecer a Deus pela nossa saúde, pela saúde do nosso filho.
Meu Diego chega a seu um ano e meio de vida sem nunca ter tido uma febre ! Nunca ficou doente, nem tomou medicamentos. Essa foi a primeira vez que tivemos que medicá-lo e, graças a Deus, são apenas um xarope e umas gotinhas que devem ser bem doces, pois ele adora tomá-los.
Ainda bem que essa gripe chatinha, não lhe tirou as forças nem a alegria. Continua o meu foguetinho, correndo pela casa, brincando, pedindo atenção, querendo a minha presença pra fazer mil e uma coisas !

Mamãe está muito orgulhosa de você, filho !
Nesses 18 meses, quantas conquistas e alegrias você nos deu !
De bebê indefeso, virou um menininho lindo que corre, ri, brinca, dança e faz nossos corações transbordarem de felicidade !
Você só ainda não fala a nossa língua. Mas comunica-se perfeitamente na sua...rsrsrs !
É muito esperto e inteligente: entende tudo o que a gente diz !
E mamãe adora quando você é um menino obediente (nem sempre..rsrsrsrsr).
Atende a mamãe quando ela pede para ir buscar algo, quando é para levar algo ao lixo...
Mamãe também adora:
 ver você dançar
quando você se olha no espelho todo vaidoso com as roupas e sapatos
ver você correndo pela casa
quando vem puxar na minha mão para brincarmos juntos
quando ficamos agarradinhos vendo os seus bonecos na TV
quando você vem correndo agarrar-se as minha pernas
ou quando estou agachada que você se agarra as minha costas
Enfim, mamãe, ama tudo em você, filho !!!
Ou quase tudo, né ? rsrsrsrs
(vamos esquecer as birras, tá ?)
Agora que você está se tornando um verdadeiro alpinista, mamãe não gosta nada de ver você subindo em cima dos móveis, do sofá, da cama...
Mamãe não gosta, mas ao mesmo tempo se consola, meu amor !
É sinal que você é arteiro, que tem saúde e disposição !
Um menino lindo que transformou-nos.
Tornou tudo bem mais colorido e trouxe um significado bem mais especial às nossas vidas.
Te amamos muito, Di !
Que Deus continue abençoando-te filho em todos os outros muitos 18 meses que hão de vir !

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Paixão por animais

Fui criada numa casa com quintal grande e com animais.
Sempre que lembro da minha infância, "vejo" os bichos que meu pai gostava de criar, em especial os gatos. Dezenas de bichanos e suas crias passaram lá por casa...
Além deles, tivemos também cães, tartaruga, papagaio...
Enfim, sempre adorei animais, em especiais os cães.


Meu filhote também herdou essa paixão.
Fico impressionada como ele também gosta de animais; dos cães, então, nem se fala.
Ele gosta tanto deles que até aprendeu a imitá-los.
Não pode ver um cachorro que começa logo a "latir" como eles... muito fofo !
Mesmo que os escute ao longe, lá está ele também fazendo "u-u-u".


Nós moramos em ap, não temos bichinho de estimação. Mas se tivesse uma casa com quintal, adorava dar um cãozinho ao meu bebê. Ihhh, ele ia amar !
Quando vai a casa dos avós, aos domingos, ele adora ir ver as galinhas, os coelhos e, claro, a cadelinha que tem lá...
A hora que os avós levam-lhe até a casinha dos bichos é comemorada com muita alegria !

Mas o que mais me impressiona é que o Diego reconhece os animais quando os vê na TV.
Não pode aparecer um macaco, um elefante, um hamster ou outro bicho que ele nunca viu ao vivo e fica logo aos berros de excitação.
 Assim que chegar o tempo mais quentinho, vou levá-lo ao jardim zoológico.
Vai ser o máximo ver a carinha de felicidade dele...
A relação das crianças com os animais, em especial com os bichinhos de estimação, trazem muitos benefícios. Muito além da curiosidade e brincadeiras, eles proporcionam o desenvolvimento emocional dos pequenos. Para quem quiser conhecer outras vantagens dessa relação, basta dar uma olhadinha nesse artigo:

E os vossos bebês ? Também são apaixonados por animais ou têm medo deles ?
E para quem ainda tem dúvidas sobre o assunto, nada melhor do que dar uma olhadinha nesse vídeo...

video

 Um fim de semana espetacular a todos nós !

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Mãos Vazias

Você já parou para se imaginar de mãos vazias ?
 Pensar como seria não ter mais seu(s) filho(s) ?
Talvez seja algo impensável, né ?
Desde que eles entram na nossa vida, acho que não sabemos mais existir sem eles.
Mas, infelizmente, algumas mães são forçadas a isso...


Acho que muitas de nós, mamães blogueiras, acompanharam a história da Aline e seu guerreiro Théo. Apesar de não a conhecer, nem nunca ter falado com ela... sempre me solidarizei com sua dor... Acompanhei o blog... rezei em silêncio por eles...
Desde que esse anjinho se foi, penso sempre neles. Na batalha que ele travou pela vida... na luta de uma mãe pela vida do filho... Uma história sem final feliz... que deixou marcas e aprendizado a muitas de nós e, com certeza, um enorme vazio em uma mulher...


Depois que a gente é mãe, passa a se solidarizar muito mais com o sofrimento de outras mulheres que também o são. A minha mãe também perdeu um filho, ou melhor, uma filha. Minha irmã morreu aos 9 anos de idade. Na época, eu estava no início da adolescência. Aquela perda doeu-me imenso, mas no auge da minha imaturidade, não consegui dimensionar o que tudo aquilo significava para minha mãe. A mulher que sempre foi alegre e guerreira transformou-se em tristeza e lágrimas. Passaram-se alguns anos para que eu pudesse voltar a ver minha mãe sorrir com vontade novamente. Hoje sei que ela superou tudo isso... mas também sei que ela não esquece que, um dia, teve três filhos...


Também passei a entender bem as palavras da minha mãe...
"Não há dor pior do que a da perda de um filho".
Posso entendê-las não por ter passado por essa terrível experiência, graças a Deus;  porque sou mãe !
Sei e sinto o quanto isso significa.
O amor que tenho é tão grande que só de perder o Diego de vista por alguns segundos, mesmo dentro de casa, meu coração gela !
Não posso imaginar estar sem ele um minuto sequer !
Mas e quem foi obrigada a isso ?
Quantas mães não estão sofrendo agora de mãos vazias ?
Quantas não estão a chorar a dor da perda ? A saudade de um filho que se foi ?


Dedico esse post a todas as mulheres que carregam essa tristeza no coração.
Para esse mal não há remédio, não há cura !
Sendo assim, que Deus possa levar o conforto necessário para esse sofrimento imensurável...
O tempo pode até amenizar a dor, mas nunca apagará as lembranças e o amor a um filho.  

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Ano Novo, casa em ordem... e presentinhos !

Muita gente aproveita o fim de ano para fazer uma faxina geral,não só na casa, mas nas gavetas, nos armários... acabam tirando muita coisa que ficou em desuso para dar lugar às novas. Eu também faço parte dessa lista. Mas ano passado, não deu... as duas últimas semanas de 2010 foram tão corridas que a velha e boa faxina ficou para os primeiros dias de 2011.


Semana passada, estive dando uma geral em gavetas e armários... Muitos objetos e roupas que estavam só ocupado espaço já foram para o lixo ou para doação. Também dearmamos a árvore de Natal, tiramos todos os enfeites... Não sei se acontece com vocês, mas comigo é sempre assim. Todo início de ano dá sempre essa sensação de recomeço... e fazer essa faxina geral aumenta ainda mais essa vontade de colocar tudo em ordem para mais um ano que se inicia...
É como preparar o espírito, renovar as energias para outra etapa da vida.
Com vocês também é assim ???


E meu ano novo também começou com gratas surpresas... Meu Papai Noel atrasado só agora trouxe encomendas de amigas lá do Brasil. Mulheres muito especiais que conheci aqui na blogosfera...

Essa aí embaixo foi a cartinha da minha querida amiga Cida, do Compartilhando...


A Cida é um amor de pessoa e quem ainda não conhece o blog dela, faz lá uma visitinha. Garanto que, além de belas mensagens, você vai ter a oportunidade de ganhar uma carinhosa amizade. A Cida também é colaborada do Recanto das Mamães Blogueiras. E hoje é dia de post dela...


A outra cartinha foi da também queridíssima Claudia, do Blog da Clauo. Além de um cartão de Natal bem bonitinho, ganhei esse calendário super charmoso... (ficou lindo, viu, amiga !)


E, de quebra, meu filhote também ganhou esses adesivos !


Pois é, gente, essas são apenas algumas das gratas surpresas que a blogosfera me trouxe.
Quero agradecer do fundo do coração a Claudinha e  a Cida por todo o carinho... e aproveito também para agradecer a todos que visitam e comentam nesse cantinho... Que possamos aumentar e fortalecer ainda mais os nossos laços de amizade nesse 2011 !
Uma semana maravilhosa pra nós !!!

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Romantismo a Três

Quando decidimos nos casar no mês de dezembro, todo mundo achou uma má idéia, pois é bem no começo do inverno por aqui... Mas São Pedro foi generoso... Não nos mandou nenhuma pinguinha... Nos presenteou com um belo dia de sol, nem tão frio assim...
Foi um dia bonito e especial... e para comemorar nossos 3 anos de casados, no último 22 de dezembro, nos oferecemos dois dias num hotel spa.
Já tinha ouvido muito falar nesse novo conceito de hotel, mas nunca tínhamos experimentado. E posso dizer que fizemos uma escolha certíssima.
Para começar, o local...
Gente, quem mora aqui em Portugal ou um dia vier passar umas férias por cá, recomendo:  Aguahotels Mondim de Bastos.
Não estou ganhando nada por fazer essa publicidade aqui no blog... A intenção é apenas compartilhar com vocês um local maravilhoso que conhecemos...




O hotel, além dessa estrutura bonita e moderna, fica numa região montanhosa linda. No meio da paz, do verde, do sossego. Vejam só a visão que a gente tinha abrindo a cortina do nosso quarto...


Quase nem dá para acreditar, né ? Mas é verdade !
Além de todas essas belezas, pudemos desfrutar ainda da sauna, da sala de ginástica, do jacuzzi, da piscina interior e do banho turco. Esse último foi o que me fascinou mais. Era mesmo como se entrássemos ali para limpar o corpo. Maravilhoso !!!
O meu filhote gostou mesmo foi da piscina.
No começo teve um pouco de receio, mas depois foi se soltando e até já ensaiava uns movimentos de natação.
Foi tudo ótimo !!!
Amamos o local, a experiência do spa e nos prometemos voltar a nos dar esse presente...
Mas só houve um "porém" que não é bem um "porém".
Ir para um local assim com filhos a tira colo não dá muito espaço para o romantismo.
Olhava para os outros casais, sem filhos. Estavam sempre agarradinhos, iam para a sauna juntos, podiam se curtir muito mais...
Eu e o papá, claro, tínhamos que nos dividir... Enquanto um estava na sala de ginástica o outro estava com o Diego... o mesmo na hora de ir para a sauna, o banho turco...
Enfim, com filho, já não dá mais para ser como pombinhos.
O jeito é mesmo curtir o romantismo a três !
Não que esteja reclamando... Preferia estar com meu filho do que deixá-lo com outra pessoa e ficar preocupada, pensando se estaria tudo bem.
Fomos felizes a mesma, mas de uma forma diferente: com um pinguinho de gente correndo, pulando.. e transformando jantares e momentos, que deveriam ser românticos, numa grande algazarra.
E vocês, meninas ?
Como fazem para manter os momentos a dois com os pequenos ?
Um fim de semana bem romântico pra nós !

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

O que um casamento faz !

Antes de conhecer meu marido e casar, nunca pensava viver com outra pessoa.
 Ter um compromisso para toda vida ?
Assustava-me um pouco.
 Estava bem comigo mesma e não me via muito no papel de esposa.
 Sempre dizia a uma amiga: "posso até casar, mas tenho a certeza que não passo nem um ano junto com alguém !" Mas como esse mundo dá muitas voltas e essa vida está sempre nos dando lições, eis que o inesperado aconteceu: conheci o papá do Diego, depois de um ano estávamos morando junto e seis meses depois nos casamos.
No último dia 22 de dezembro, completamos 3 anos como marido e mulher !
Meu Deus ! Como o tempo passa rápido !
Nunca imaginei que conseguisse viver tanto tempo ao lado de alguém....
No começo não foi fácil. Éramos muito parecidos e ao mesmo tempo muito diferentes.
Éramos muito individualistas, um pouco egoístas e batíamos muita cabeça pois não conseguíamos ceder em prol do outro.
Passamos, cada um, mais de 30 anos achando que éramos "os tais" e quando duas pessoas de personalidade tão forte são colocadas juntas, aí já viu, né ?


Por outro lado, éramos muito diferentes...
 Enquanto ele adora dormir, eu acho que descansar só o estritamente necessário; o resto é perda de tempo. Eu adoro sair, ele adora ficar em casa.
Eu adoro conhecer e experimentar coisas novas, ele não gosta de provar  o desconhecido.
 Eu adoro música clássica, ele gosta de sertanejo...
 Enfim, são muitas as coisas que nos fazem parecer água e vinho.
Mas acho que nada nessa vida acontece por acaso. E se Deus, o destino, a sorte nos uniu é porque tínhamos um propósito: precisávamos aprender a ser pessoas melhores.


Depois de três anos, acho que temos atingido esse propósito. 
Reconheço nele e em mim que nos tornamos pessoas bem mais tolerantes, compreensivas e companheiras. E o nosso filho só veio selar e iluminar o nosso casamento. Acho que o Diego nos trouxe mais união, uma luz especial para as nossas vidas.
Hoje, tento fazer uma retrospectiva. Vejo momentos felizes, outros menos cor-de-rosa, outros um pouco mais ásperos. Mas o que engrandece o meu coração é ver um casal que cresceu, amadureceu e se fortaleceu ! Ainda precisamos melhorar... ainda bem ! É sinal de que nossa missão ainda não está cumprida... que venham muitos outros anos juntos pela frente !
Parabéns pra nós, marido, por esses 3 anos juntos e por tudo o que conquistamos !!!