sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Síndrome de Peter Pan

Acho que todo mundo conhece a história desse personagem...

Peter Pan é um pequeno rapaz que se recusa a crescer e passa a vida a ter aventuras mágicas.

Pois é... qual mãe nunca desejou, pelo menos por um segundo, que o filho não crescesse ? Eu dou a minha mão à palmatória ! Esses dias, tive vendo uns vídeos de quando o Diego era bebezinho. Emocionei-me... Bateu uma saudade !!! Nossa !!! Como ele era pequenino !!! Como ele mudou nesse pouco mais de um ano de vida !!! O meu bebezinho indefeso que ficava ali quietinho agora é um traquinas que não pára quieto ! 

 Às vezes olho para ele e o meu desejo é mesmo esse: que ele fosse para sempre assim... o meu bebezinho... Mas crescer é inevitável, né ?
Daqui uns dias, ele vai estar falando... depois indo para escolinha... em seguida, vai arranjar amiguinhos, querer sair e dormir na casa dos colegas.... depois vão vir as namoradas, a ida para a faculdade... quem sabe até querer sair de casa para ser mais independente.... Ihhhhh, meu coração só de pensar já fica apertado. Coisas de mãe galinha, né ?


Fui uma criança com uma infância ótima. Não tenho do que reclamar. Bem me custou crescer. Lembro muitas vezes que minha mãe sempre dizia para eu aproveitar bem aquela época só de estudos e brincadeiras. Pois depois quando ficasse adulta, a vida não ia ser fácil. E não é mesmo... Mães parece que carregam um livro de sabedoria debaixo do braço e estão sempre prontas para dizer a coisa certa na hora certa. Nem sempre a gente acha isso, mas depois acaba reconhecendo que é mesmo verdade...


Agora também sou mãe e entendo muito melhor a minha. Entendo porque ela sempre me diz que eu serei sempre  a bebezinha dela... Agora entendo por que os pais sempre enxergam os filhos como eternas crianças. Eu cresci... o meu filhote vai crescer... com certeza, ele também será meu eterno bebezinho...
Um maravilhoso fim de semana a todos !

2 comentários:

Simone Scharamm disse...

Vim agradecer o seu carinho lá no meu blog! Muito, muito obrigada!
É uma pena...os filhos crescem e vão nos deixando com muita saudade!!! Até a minha caçula, que outro dia era um bebê, já vai fazer 7 anos em dezembro! É tão rápido!!! Deixo pra você uma sugestão, já que o seu bebezinho ainda vai aprender a falar: vá criando um diário com anotações de tudo que ele falar e a respectiva tradução, pra que vocês riam juntos no futuro...
assim, você eterniza momentos maravilhosos!
Um beijo! e ótima semana pra você!

Tuka Siqueira - Ktralhas disse...

Essa coisa dos filhos crescerem é uma benção e um suplício ao mesmo tempo...

Querida, tem mais um "mimo" pra vc lá no meu blog. Passa lá!!!

Beijos