sexta-feira, 18 de junho de 2010

Desabafando...

Apesar de não ser Dia das Mães, hoje quero deixar um grande abraço e os meus parabéns a todos as mulheres que exercem tão bem esse papel... especialmente para a minha... que sempre foi e é uma mãe maravilhosa...
Esse post não tem a intenção de ser uma homenagem... mas sim, um reconhecimeto. Gente, nós, que amamos ser mães, sabemos bem o quão bom é sê-lo e também o quão difícil é criar um filho. Já nem falo de todas as renúncias que temos que fazer já a partir do momento em que sabemos que estamos grávidas. Não pode isso... não pode aquilo... Mas cumprimos tudo na boa... só pensando no bebê e no nosso bem-estar.
É uma doação total... e quando eles nascem, não é diferente ! Aí começa a trabalheira... bota fralda, tira fralda, dá de mamar, coloca para arrotar... dormir. Quando a gente pensa em descansar, lá começa o ciclo de novo...
Depois, eles vão crescendo... nós vamos pegando a manha, entrando no ritmo e tudo parece mais fácil. Passamos a administrar melhor o tempo, a rotina. E quando tudo parece "controlado", eles dão os primeiros passinhos no caminho da independência. Começam a sentar, a levantar-se, a engatinhar, a querer andar...


Aí o sossego, que era pouco, acabou ! Precisamos ter tantos "braços" como um polvo, ouvidos de gato, olhos de coruja e agilidade de um leopardo. Com os pequenos sempre em movimento, como não ter esses "super-poderes" ? Sem contar que temos que fazer tudo com eles ao lado...


Enquanto estou no computador, o Diego vem sempre  com a mãozinha para bater no teclado ou na tela. Quando estou a olhar uma revista, lá está ele a querer passar também as páginas ou rasgá-las. Se estou ao telefone, ele tem que tentar pegá-lo. Na cozinha, agarra-se sempre às minhas pernas para ficar de pé. 


Enfim... não se faz mais nada tranquilamente, a não ser quando ele está dormindo...
E há ainda aquelas coisas que pareciam tão banais e fazia-se com a maior naturalidade e agora.... hahahahaha ! É para esquecer...
Que saudades de ir ao cinema... ou mesmo de ver um filme em casa... Missão quase sempre impossível ! Dormir uma noite inteira, sem acordar... isso nem pensar !
Usar uma bolsa pequena... nunca !
Um banho demorado ? Que nada !
Ahhhh, e uma das coisas que mais sinto falta é sossego na hora de comer... seja em casa ou no restaurante. Nessas horas, o Diego está sempre em plena atividade e aqueles jantares românticos, a dois, são boas memórias do passado. Comemos os dois rápido ou come um, depois o outro, para alguém ficar com o pimpolho...


Esse é o lado menos cor-de-rosa de ser mãe... Não que eu esteja reclamando... é apenas um desabafo ! Quem já passou por isso, bem sabe como é... Se você também quiser desabafar, é só deixar o seu comentário. É sempre bom dividir experiências...



Entretanto, por mais trabalho que eles dêem... por mais cansativa que seja a rotina... por mais que a gente tenha que abdicar de mil-e-uma coisas... a recompensa é sempre muito maior ! Afinal, quem resiste ao sorriso, às gracinhas, ao carinho e ao amor de um filho ?
Um bom fim de semana a todos !

1 comentário:

Karol Nascimento disse...

Debby minha querida, tudo bem?? Muito bom viver suas experiências como mãe. Quem sabe no próximo ano eu não me aventure tb!!
Bem, eu criei o blog pra diminuir a distância da família e dos amigos. Lá eles podem acompanhar o que ando fazendo e quanto ao Diário, sempre que viajo e consigo fazer algo, envio pra eles. Mantenho assim o meu elo com o jornalismo.
Bom receber um recadinho seu. Vc será sempre bem vinda. Ah! e pelo que tenho lido, vc tem se saído uma mãezona!! Beijão