segunda-feira, 25 de julho de 2011

Enfim, as primeiras palavras !

Quem acompanha o blog há um tempinho sabe que uma das minhas maiores preocupações com o Diego era em relação à fala. 
Quando ele tinha um ano e 10 meses, fomos ao pediatra e perguntamos se era normal que ele falasse tão pouco ou quase nada. Filhos de colegas mais novos do que o Di já tinham algum vocabulário e ele nada. Além disso, sempre vinha alguém falar: "ahhh,o meu filho começou a falar com 10 meses".

Felizmente, a pediatra nos tranquilizou e disse que não havia nada de errado com ele, já que meu filho entendia tudo o que nos falávamos e respondia aos comandos. O que lhe "impedia" de falar era o fato de estar sempre comigo em casa. Como eu entendia tudo o que ele queria, às vezes, antes mesmo de ele pedir, ele não se esforçava para se expressar através de palavras. Ela nos sugeriu que o colocássemos numa creche. A convivência com outras crianças acabaria por ajudar muito para que ele aprendesse a falar. 
Na época, ponderamos e resolvemos que íamos procurar uma creche, mas acabamos nos "acomodando" e deixamos o assunto de lado. Também nos tranquilizamos porque ouvimos de alguns pais que alguns meninos só começaram a falar depois dos 2 anos.

Embora não falasse palavras, nosso filho sempre respondia tudo com sons.
Por exemplo... se pedíssemos para ele falar "carro", ele não dizia a palavra, mas respondia com um "vruuummm" !
A galinha era "cocó"
O pintinho, "piu-piu".
O gato, "auuuu".
O cão, "uh-uh".

O fato é que, enfim, meu filhote começou a falar algumas coisinhas além do "papá" e "mamã" e dos sons. 
E foi pouco antes de completar 2 aninhos que notamos novas palavras saindo da boquinha linda dele.
Ele agora já diz "xixi".
Quando perguntamos se ele tem fome, responde: "xixa (=carne)".
 Já conta até 3: "um ,dais, teís" !
 Quando quer passar e estamos no caminho, ouvimos um: "xaí".
Se perguntamos quantos quilos ele pesa, responde: "deíz" (embora pese mais de 10 kg).
Ah, também já diz: "luz", "gol" e outras palavrinhas assim mais básicas.
Pode parecer um vocabulário pequeno para a idade dele, mas andamos todos contentes com essa nova fase.
Estamos sempre estimulando e perguntando as coisas para ouvir ele falar algo.
É muito engraçado e divertido !
Posso babar um pouquinho ? rsrsrsrsr...

E os vossos filhos ? 
Também demoraram a falar ou foram precoces ?

Uma ótima semana a todos e bom dia !

6 comentários:

Janna disse...

Dé, o Lucas engoliu a pílula falante (aquela da Emília, do Sítio do Pica-pau Amarelo)... fala mais que pobre na chuva, inclusive dormindo... rsrrs...
Mas é mto comum a criança "demorar" para falar, se ela se faz entender de outra maneira (emitindo sons ou gestos), não vê "necessidade" de falar... cada criança tem seu tempo. O Di tá no tempo certo, o dele!
Bjos...

Camila disse...

Oi querida.
Já te sigo com meu blog, e agora com o blog da minha princesa Marina.
Viemos para tranquiliza-la de que todo mundo tem seu tempo e ele tem o dele.
Não fique assim. Marina andou aprendendo palavras novas, mas ela já está com 1 ano e 10 meses.
E os bichos ela ainda representa da mesma maneira cocó, au-au, mial, múúúúúú, é super engraçado.
Sempre vamos ao interior do Estado de São Paulo a passeio que ela ama os bichos... em especial as galinhas... ela fica doidinha...kkkk
Beijos linda e venha conhecer mais esse nosso cantinho.

Lu,mamãe do Deko e da Leka disse...

Oi...Meninos realmente sempre ouvi falar que falavam mais tarde,meu filho fali cedo com 1 ano e 2 meses,mas foi derrepente,nunca ficou gugudada,dadada,nada,quando falou saiu direto a 1° palavra,ficavamos,mamae,papai e ele nada de falar foi falar bobola,Acredita bola? como assim..kkk ele falou tudo menos mamae e papai isso foi sair depois de quase 2 meses que ele ja estava falando outras coisas,hj com 2 anos e 9 meses fala tudo,tem certas dificuldade ele fala por exemplo alimal ai inves de animal e outras coisas mas sempre corrigimos,quando fala errado ja que mais tarde é mais dificil!beijinhos e aproveita essa fase

Cida Kuntze disse...

Oi amiga queridaaaa!!! Bom dia!!! Boa semana!!!
Que alegria que o DI começou a falar, olha que felicidade. O vocabulário vais aos poucos ficando maior...rsrs.
Minha filha começou a falar com 1 ano e 4 meses eu acho. Eu sei que com 1 ano e 6 meses ela falava muitas coisinhas, menos papai...rsrsrs. Só dizia ai. Ela falou papai com 1 ano e 7 meses, por aí. Mas já te falei que eu tenho um sobrinho que falou perto dos 4 anos. Achávamos que tinha problemas até, mas que nada. Hoje em dia é um moço muito tagarela....rsrsrs.

Debby, tenho estado ausente por conta das férias da Flávia. Semana passada fui viajar, visitar meus irmãos e nem entrei na internet. Essa semana ainda vou entrar pouco, pois sairei com ela, mas já vou ler os posts anteriores, pois soube da novidade, do teu novo blog. Vou lá conhecer depois de ler os posts anteriores.

Beijinhos.

Sandra disse...

Fico contente pelo Di, e mais uma vez te digo que é normal, a minha afilhada também começou a falar muito tarde.
Bjs.

Camila disse...

Oi Linda.
O rocambole dá certo sim, por ser uma receita que não vai ao forno, sugeri às crianças que estavam de férias e que são super criativas e cheias de energia..kkkk, mas isso não quer dizer que nós não possamos aproveitar e fazer uma boquinha...kkkk... é muito gostoso sim.
Beijinhos e uma excelente semana.