quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Ele ainda não fala !

 Primeiro, ficamos na ansiedade para ele começar a sentar-se sozinho... objetivo alcançado aos 6 meses !
Depois, veio a expectativa para ele começar a engatinhar... conquista dos 10 meses !
Em seguida, não víamos a hora de ele andar... vitória de um ano de idade !
Agora, às vésperas de completar um ano e cinco meses, estamos mortinhos para o Dieguinho começar a falar !
Pois é... meu filhote ainda não fala... 
Preocupar-me ao extremo ao ponto de levá-lo já a um especialista, pode ser exagero... mas não posso esconder a minha pontinha de angústia.


Quando escuto mães dizendo que o filho começou a falar antes de um ano de idade... ou quando vejo crianças da idade do Diego a ensaiar as primeiras palavras, pergunto-me: será que meu filho está com o desenvolvimento normal ? Será que não tem algum problema ?
Sei que cada criança tem seu ritmo, seu tempo.
 Umas começam a andar mais cedo, outras mais tarde... e com o falar é a mesma coisa !
Mas ultimamente tenho pensado bastante sobre o assunto.


Graças a Deus, O meu filho é uma criança super ativa e mostra que escuta bem. Além disso, é muito esperto. Entende tudo, ou quase tudo, o que a gente diz. Obedece a comandos, tipo: "filho, fecha a porta. "/ "filho, dá-me isso."/ "não faças isso". / "vai colocar tua fraldinha no lixo"... e por aí vai...
Mas na hora de falar, ainda está naquela linguagem de bebês.
Fala "papá", "mamã" e um monte de outras sílabas, mas palavras que é bom, nada !
Já me disseram que eu deveria estimulá-lo mais (ainda mais ?), que eu deveria colocá-lo na creche para conviver mais com outras crianças, enfim... "conselhos infalíveis" não faltam.

Preferi vim dar uma lida no assunto e encontrei todo o tipo de informação e opinião.
Pela regra geral, ele já deveria estar falando algumas palavras, sim !
 Mas também li que também é normal a criança só começar a falar perto dos 2 anos de idade.
E com vocês, amigas ?
 Quando os vossos filhos começaram a falar ?
 O que vocês fizeram para ensinar ou estimular a linguagem ?
A mamãe aqui, ansiosa por um filho tagarela, agradece !   

*Nota: Meninas, estou participando do concurso de Natal do blog da Claudinha.
 Meu humilde trabalho é a Árvore dos Desejos que mostrei nesse post.
Está inscrito no nº 29. Passem lá e votem em mim... rsrsrsrsrsrs !

6 comentários:

Tuka Siqueira disse...

Oi Deb, não fica aflita não! Os meninos tem uma tendência a falarem mais tarde, são mais preguiçosos. Mas se vc conversa bastante com ele, se ele entende bem o que vc pede, não precisa se preocupar. Tenho um sobrinho que já tinha 2 anos e meio e só dizia papa, mamã e bola! Já estávamos todos preocupados com ele, mas de repente, de uma hora pra outra, desandou a falar. Parece que ficou guardando todas as palavras que aprendeu para mostrá-las num único momento!
Continue estimulando ele e só comece a se preocupar se ele passar dos 2 anos sem NENHUM avanço. Às vezes eles demoram um pouco, mas evoluem um pouquinho de tempos em tempos, devagar mas sempre em frente, é com isso que vc deve se preocupar.

Beijos querida. E eu é que agradeço por sua presença constante no meu cantinho.

Cida Kuntze disse...

Oi amiga!
Não fica assim não, pois como a Tuka comentou, meninos às vezes demoram um pouquinho mais. Alguns não, mas uma grande parte que eu conheço demorou um pouquinho.

Meu sobrinho já foi um exagero...rsrsrs...sem brincadeira, ele falou acho que só perto dos 4 anos, vou até ver com a minha cunhada. Até achávamos que era mudo. Sério! Escutava, mas não falava. Tinha o convívio de várias crianças, e era bem estimulado, então esse não era o problema. Meu irmão levou em especialistas e constataram que era preguiçosinho mesmo...rsrsrs a gente sabia o que ele queria pelo jeito dele e atendíamos. Passamos a fazer de conta que não sabíamos o que ele queria e então um belo dia ele desandou a falar e daí o menino virou uma matraca trica...kkkkkk.
Ele é um belo jovem hoje e quando contamos isso pra ele, dá muitas gargalhadas.

Minha filha começou a falar depois de 1 ano também, não foi tão antes como outras crianças. Mas quando eles começam a falar menina...sai de baixo, pois tagarelam o dia todo...rsrsrs.

Só mais um pouquinho de paciência que ele chega lá. O meu sobrinho foi um caso a parte do exagero da demora, o Diego com certeza vai falar antes, mas o importante é que ele te entende.
Beijinhos e fica na paz!

Geovana disse...

oi Debora querida teu post me chamou atençao pois estou passando isso com a Mariana, ela ja tem 2 anos e 2 meses e ainda não fala com a gente, as vezes diz mamama e pai, não chamo o mano e nem os avos tios nada, o Caio com 11 meses ja falava e interagia com a gente, mas a Mariana, nada, amanha vou levar ela no medico, to muito preocupada viu, pois ela ja passou dos 2 anos e não é assim como o Dieguinho, não atende a gente, ouve super bem, faz as enroladas, canta com a tv, sabe todas as musicas dos desenhos, me falaram que ela é preguiçosa, vamos ver né, quando eu falar com o doutor vou fazer o post...beijocas!

Ah votei lá pra ti viu...

Simone Scharamm disse...

Oi, querida,
Já votei em você!

Sobre o desenvolvimento da fala do Dieguinho, não precisa se preocupar tanto, mas é importante que exercite a memória auditiva dele: reserve um tempinho para fazer um exercício diariamente: pegue uns 4 objetos, coloridos, de textura e material diferentes, interessantes: panela, colher, bacia, etc. Mostre que produzem som e que cada um tem um nome. Depois de apresentar os nomes dos objetos a ele, repetindo várias vezes e mostrando, peça que ele pegue pra você. Um de cada vez.(Dá a panela pra mamãe!) A cada acerto, um grande sorriso! Faça isso todos os dias, com objetos diferentes, de vários cômodos da casa, durante uns 3 meses. O vocabulário dele vai se ampliar e logo, logo ele estará tagarelando!
Boa sorte!
beijos!

Sílvia Renata disse...

Oi Debora... nao se preocupe nao. O Eduardo fala algumas coisas, mas não entende ainda todas as ordens dada (ou se finge q nao entendeu rs) e cada criança tem seu tempo certo. Mas concordo plenamente que nos mamães ficamos com uma pontinha de ansiedade pra que eles descubram logo as coisas. Normal... O jeito é curtir cada fase pq passa mto rapido ne...
Bjs

Líviany Moura disse...

Ola menina! Adorei seu blog e quando vi essa "angustia" escrita aqui vim tentar esclarecer algumas coisas. =)

Eu sou fonoaudiologa, além de mãe, e isso é muito comum de acontecer entre nos, mães. Comparar um bebê com outro é normal, mas na verdade erramos. Não devemos fazer isso nunca. Cada criança tem seu ritmo de evolução... Temos so que respeitar.

Com quanto tempo você começou a falar? E seu marido? Ninguém é igual a ninguém. Se você ja se assegurou que ele não tem problemas auditivos... mais de meio caminho andado.

Ele emite sons? Acho que sim, porque vc disse q ele fala bebês. rs - Logo, ele também tem as capacidades fonatorias boas.

Se ele entende ordens, acho que tudo esta perfeito, porque também não aparenta nenhum disturbio de processamento auditivo. Ele compreende bem as ordens, certo?

Não se preocupa, tenta estimular não falando muito por ele, mas também não força a barra pedindo que ele fale, repita, diga... Deixa um pouco livre, mas estimulando ao mesmo tempo.

Procure atividades que girem em torno da fala, como cantar musiquinhas que ele goste, falar ao telefone de brincadeirinha, etc. etc. etc...

Espero ter te ajudado!

Beijo grandee

livianymoura.blogspot.com