sexta-feira, 9 de Março de 2012

De novo ?!?!

Vocês também são daquele tempo em que a mãe dizia: "Menina, você vai furar o disco !"
É o novo, hein ?
A verdade é que quando a gente é criança ou adolescente não se importa de ver ou ouvir uma coisa uma dezena de vezes...
Mas nunca tive a curiosidade de saber o por quê dessa necessidade até umas semanas atrás.
O Di está justamente nessa fase de ver uma mesma coisa à exaustão.
Não sei como ele aguenta.
O queridinho da vez é o DVD dos Carros, da Disney.
Tem dias que ele vê aquilo 4, 5 vezes.
Até já decorou as falas de algumas cenas.
Tem também uns bonecos que ele gosta na TV que, de tanto ver os mesmos episódios, já adianta o que eles vão dizer...
"Preocupada" com esse interesse por repetição, andei pesquisando na net sobre o assunto e encontrei um artigo bem interessante da  Revista Crescer: http://revistacrescer.globo.com/


Giulia acaba de completar 2 anos e sabe de cor suas brincadeiras preferidas: virar a cabecinha pra trás com o serra, serra, serrador e ouvir as histórias da coleção Disquinho. De uma delas, O Casamento do Sapo, ela gosta tanto que ouve quatro vezes. Giulia está na fase de um dos mais típicos comportamentos infantis, que é o da repetição. Por enquanto, ela se contenta em fazer a mesma atividade três ou quatro vezes, mas sua mãe, a professora Denise Amaral Lima, sabe o que a espera nos próximos meses – assistir ao mesmo filme ou contar a mesma história dezenas de vezes, até seguidas. E é bom mesmo que a mãe tenha paciência, pois esse processo, que às vezes parece sem sentido para os adultos, é fundamental para o desenvolvimento emocional e intelectual da criança. A repetição é um mecanismo de aprendizado e de garantia de ligação afetiva com o mundo.

Avanço intelectual
Segundo a psicóloga Cláudia Tricate, diretora do berçário Baby Oz, em São Paulo, entre 2 e 3 anos as crianças usam as experiências para formar esquemas que as ajudem a antecipar os acontecimentos. "Repetir brincadeiras ou ouvir a mesma história faz com que elas aprendam a identificar objetos e situações, a perceber sucessões de fatos e também relações de causa e efeito. Essas experiências, chamadas reiterativas, é que impulsionam a criança a se aventurar em novos conhecimentos, pois elas podem fazer previsões e criar expectativas", diz Cláudia.


A psicóloga Cláudia Silveira lembra que, para a criança, repetir é também uma forma de evitar a insegurança que o novo traz. "Quando repete histórias, desenhos, brincadeiras, ela confirma informações, capta melhor o que já viu e reforça sua identificação com algum elemento da história", diz a psicóloga. É essa identificação, principalmente, que determina quais brincadeiras ou histórias vão ser as preferidas. Só essas serão repetidas muitas vezes, e não todas as atividades do cotidiano.


Para especialistas, os pais devem compreender e acolher essa necessidade infantil. "Não é nada fácil assistir dez vezes seguidas ao filme A Bela Adormecida, mas, com certeza, vale à pena proporcionar ao filho esses momentos", diz Cláudia Tricate. Mas também é importante que os pais estejam atentos para oferecer à criança novas experiências. "Eles devem demonstrar interesse por outras situações e garantir ao filho a companhia e o apoio para se arriscar", diz Cláudia. Mesmo que isso, às vezes, signifique contar outras dez vezes uma nova história.


Melhor não mudar

As crianças de 2 a 3 anos precisam se certificar de que as coisas ocorrem do mesmo modo, até mesmo no mundo da fantasia. Para quem ainda não tem noção do tempo, esse é o jeito de entender que a vida continua. E se essa é a base de sua segurança, a tentativa dos pais de mudar esse processo, alterando o desfecho de uma história, por exemplo, pode deixar o filho pouco confiante, frustrado nas poucas certezas que, por enquanto, fazem parte do seu repertório. É melhor respeitar todas as vírgulas, palavras e finais felizes. Nessa idade, a criança não gosta de trocar nem o contador da história, porque dele vem o afeto que dá o gostinho especial a essas experiências.


E vocês ?
Qual foi o filme que vocês tiveram que ver um milhão de vezes por causa dos filhos ?

Um grande abraço a todos e um ótimo fim de semana !

7 comentários:

Geovana Centeno disse...

Interessante essa materia do crescer hein, aqui em casa, o caio quando pequeno olho milhoes de vezes o rei leao, depois passou para os outros desenhos e ate hoje tem coisas que ele gosta e olha mil vezes e fala mil vezes tambem...a Mariana por ela fica o dia inteiro e a noite inteira vendo discovery kids, mas tiramos por causa do trastorno dela, eu deixo de manha, algumas horas...

Então é normal isso de toda a criança...adorei o selinho, muito obrigada viu...beijos!

Sandra disse...

Acho que isso é normal, todas as crianças que conheço têm essa mania, "é vira o disco e toca o mesmo".
Confesso- te uma coisa até eu que sou adulta há certos que filmes que não me canso de ver.
Bjs.

Tuka Siqueira disse...

Aff! Mesmo tendo um repertótio de dvds infantis bem vasto,já vi aquilo tudo um milhão de vezes! Assim que as gêmeas sapiram dessa fase,a pequena entrou.

Bjs

Chris Ferreira disse...

Oi,
super interessante essa matéria! Adorei! Aqui? Muita repetição! rs...
Um lindo final de semana para vc!
Beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Cida Kuntze disse...

Oi Débby!
Gostei da abordagem desse assunto, da matéria que vc postou.
Minha filha sempre gostou de ver alguns desenhos inúmeras vezes, e também a rotina na vida dela eu procurava manter, pois sentia que ela se sentia mesmo mais segura.
Ainda mantenho algumas rotinas importantes e ela ainda gosta de ver alguns desenhos muuuitas e muuuitas vezes...kkkkk. Não tem jeito, isso vai longe...kkkk.

Obrigado pelo selinho do post anterior. Que legal a psotagem. E eu também tenho que fechar a boca... humm... eu tava indo tão bem no final do ano passado, mas daí adoeci e tudo complicou, pois tive que para de ir na academia, daí já viu.
Mas retornei, porém não posso ainda me exercitar, só caminhar mesmo, mas espero que o médico logo libere, pois sem um exercício físico regular, não consigo perder peso...rsrsrs. A idade vem e o metabolismo fica super lento.
Beijinhos... e tenha uma feliz semana.

Recanto das Mamães Blogueiras disse...

Débora! Chegou uma cartinha para você no Correio do Recanto das Mamães Blogueiras!
Passa lá hoje para conferir!
Beijos!
http://www.recantodasmamaesblogueiras.com/2012/03/correio-das-mamaes-blogueiras.html

Simone Scharamm disse...

Oi, Débora,
Tudo bem?
Menina, isso já me aconteceu 2 vezes, né?
Com a filha mais velha era A pequena Sereia que ela não cansava de assistir,rs, já com a caçula era A Branca de Neve,rsrs, as músicas não saíam da minha cabeça, ela via o dia inteirinho e repetia as falas do filme...bons tempos!!!
Beijos, amiga!