quarta-feira, 29 de Junho de 2011

Que calor !!!!

É tão engraçado ligar a TV e ver o povo todo agasalhado no Brasil.
Até já nevou no sul do país ! Que espetáculo !!
Por uns instantes, deu saudade do inverno !
Ainda mais nesses dias que o calor está de rachar desse lado do Atlântico !
O Verão chegou com força total ao hemisfério norte, meu povo !
No fim de semana passado, as temperaturas ultrapassaram os 40 graus aqui em Portugal.
Um calorão !!!
E para nós que moramos longe da costa, a coisa fica ainda pior, pois não somos abençoados pela brisa marítima.
Já tiramos o ventilador da despensa e ele fica ligado quase todo dia e noite.
Mas nem isso, nos impede de transpirarmos e muito !!!
Mesmo assim, acho que não tem época melhor para o Dieguinho.
Agora ele está como gosta: dentro de casa, fica só de fraldas, descalço, sem roupa, nem casaco nem nada...
Anda feliz da vida !
E felicidade maior, foi sábado, quando reinauguramos a piscina dele.
Tínhamos comprado no ano passado, mas na altura, ele não aproveitou muito, pois ainda não tinha muito controle dos movimentos.
Esse ano, ui ! Festa total lá dentro !
Pula, salta, joga água para tudo que é lado !
Pobre da mamãe aqui que depois tem que enxugar tudo, já que na nossa micro-varanda não tem para onde a água escoar.
Mas sem stress !
Ver a alegria dele paga em dobro todo o trabalho...


No fim de semana passado, ainda nos demos de presente uma esticadinha até a praia.
No nosso caso, esticadona, pois moramos a 100kms do mar, (infelizmente) !
Com o calorão que estava, a praia ficou lotada.
Diversão total !
Meu filhote, mais uma vez, brincou que se fartou !
Ele só quer saber de ficar jogando bola com o pai e tomando banho de mar.
Tirá-lo de dentro da água é um suplício !
Eu não sei onde ele arranja tanta energia, pois não pára um segundo sequer !


Coisa mais fofa de mãe, né ?
Está tão grande e esperto, o meu xuxu...
Daqui a pouco, já vai fazer 2 aninhos !
E nós entramos na contagem regressiva para esse dia tão especial.
A partir de sexta-feira, vou começar a mostrar aqui no blog algumas coisinhas que eu mesma estou preparando para a festinha dele.

Um lindo dia a todos e até lá !

segunda-feira, 27 de Junho de 2011

Meu pequeno luso-brasileiro

Desde que o Dieguinho nasceu, não escuto outra coisa:
"Nossa, ele é a tua cara !"
Uma amiga minha chega ao cúmulo de dizer:
"Deby, ele só tem do pai o branco dos olhos !" rsrsrsrsrsrsrs
Bem, piadinhas a parte, tenho que admitir que meu filho é bem parecido comigo.
Digo que ele tem a cara da mãe e o tipo físico do pai... ahhhh e os pés também são do papá.
Mas mesmo que meu filho tivesse nascido abaixo da linha do Equador, ele não podia ser mais brasileiro.


Pense num pequeno para adorar pagode e todos os derivados desse ritmo !
Se escutar "Rebolation", ele delira !
E olha que esse gosto musical não é herança da mãe, não !
Pois é, o Di é adora um sambinha, forró, pagode...
Esses sons bem brasileiros são com ele mesmo.
Cai logo na dança !


Quando o assunto é comida, nota-se bem que o bichinho é filho de mãe nordestina.
Ele é louco por farofa.
Não pode ver farinha a frente.
Também adora churrasco, milho, frutas tropicais e por aí vai...



Ah... e como bom brasileiro, ele adora praia e uma peladinha.
Não pode ver uma bola.
Está sempre dando chutes para tudo que é lado.
O papá é quem gosta e já sonha com um futuro craque...rsrsrsrsrs

E por falar em futebol, até na hora de falar, ele não nega que tem sangue verde-e-amarelo correndo nas veias.
Aqui em Portugal, diz-se "golo", mas meu filhote nunca fala assim.
Ele só diz "gol", embora a gente canse de repetir a outra versão.

Mas é claro que ele também tem coisas bem lusas...
A nacionalidade (também é brasileiro), o pai... o quê mais ???
Vou ter que pensar mais um pouquinho...rsrsrsrsrs

Nesse caso, gente, não vou me chatear se vocês me disserem:
"Esse aí é mesmo um filho da mãe !"

  Uma semana maravilhosa a todos !

sexta-feira, 24 de Junho de 2011

Perdas

Hoje vou reproduzir aqui um texto que escrevi a pedido de uma querida amiga.
O convite foi feito pela Tuka, do Ktralhas.
O post foi publicado ontem lá.
Mas como era um assunto que queria abordar há algum tempo, resolvi publicar aqui também...
Para quem ainda não o leu... ei-lo !

***

Perdas
   
Há algumas semanas, um medo e uma ansiedade tomaram conta de mim… “Será que estava a caminho um irmãozinho ou irmãzinha para o Di ?” Eu e meu marido até chegamos a ficar felizes com a possibilidade; não que estivéssemos na lista de “tentantes” oficiais. Um segundo filho, naquela altura, seria mera obra de Deus, do destino… Fizemos um teste, daqueles comprados na farmácia. Resultado: Negativo ! Mas a nossa expectativa era tanta que resolvemos fazer o exame de sangue para confirmar mesmo. Novo Negativo. Quando abri o envelope e vi que o Di continuaria filho único uma tristeza invadiu meu coração. E olha que eu nem estava esperando ficar grávida ! Mas o sentimento era de perda, mesmo que não houvesse perda nenhuma.


Naquele momento, lembrei de muitas outras mulheres que tanto desejam engravidar e não são abençoadas com esse presente de Deus. Se eu fiquei frustrada com o meu resultado, imagina a dor que é ver um “negativo” todos os meses, quando se busca e se tenta justamente o contrário. E o que dizer das mulheres que ficam grávidas e logo em seguida sofrem um aborto espontâneo ? E as que perdem seus bebês já com a gravidez bem adiantada ? E aquelas que perdem seus filhos pouco depois de nascerem ?

Só depois que me tornei mãe, soube realmente o que isso significa... Lembro bem do Caso Isabela; a menina atirada da janela de um apartamento pelo pai e a madrasta, em São Paulo. Quando o crime aconteceu, eu trabalhava em TV. Acompanhamos o caso, achei horrendo e ponto ! Quando os suspeitos foram julgados, eu já era mãe e foi incrível como vi tudo de uma maneira bem diferente. Meu sentimento era outro. Sofri como não tinha sofrido antes.

Só depois que me tornei mãe, entendi melhor a minha própria mãe que também teve a infelicidade de perder um filho. Minha irmã mais nova morreu quando tinha nove anos de idade. Na época eu era adolescente e sinto não ter dado todo o apoio que minha mãe necessitou. Lembro que minha mãe passou anos até conseguir sorrir novamente.

Hoje, dói-me ver um pai ou uma mãe enterrando um filho. Não deve haver nada pior nessa vida. Penso o quanto não é justo. Mas quem sou eu para achar alguma coisa. Deus lá sabe as suas razões… E o que acho mais incrível é como um filho nunca é esquecido, passe o tempo que passar. Já vi uma senhora que perdeu 2 filhos, há mais de vinte anos, ainda hoje se emocionar e chorar ao falar deles. Quando leio blogs de mulheres que passaram por essa mesma dor também vejo o quanto um filho “é para sempre”, por menor que tenha sido a convivência com ele.

Se existe conforto para minimizar a perda de um filho que o mesmo seja levado a quem precisa. Deixo aqui a minha solidariedade e um grande abraço a essas mulheres que são de uma fortaleza incrível ! Fica aqui a minha homenagem e a certeza de que são abençoadas por anjos !

***
Um ótimo final de semana a todos !!!

quinta-feira, 23 de Junho de 2011

Convite

Olá pessoal !

Hoje passo aqui rapidinho para fazer um convite a todos vocês !
Vamos dar uma espiadinha no blog Ktralhas, da minha querida amiga Tuka.
Hoje tem participação minha lá.
Para conferir, basta acessar aqui.

Um grande abraço a todos e um ótimo feriado !

quarta-feira, 22 de Junho de 2011

Um Prêmio e uma Campanha !

Olá pessoal !
Esses dias fiquei super lisonjeada...
A querida Tuka, do Ktralhas, presenteou-me com o selinho do "Prêmio Dardos"


"O Prêmio Dardos é o reconhecimento dos ideais que cada blogueiro emprega ao transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais, etc... que em suma, demonstram sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, e suas palavras."

As regras são as seguintes:

- Exibir a imagem do selo no blog
- Exibir o link do blog de quem você recebeu a indicação
- Escolher outros blogs para indicar e avisá-los

Repasso para:
Cida
Chris
Tati
Sandra
Ivana

E para todos que visitam esse cantinho, indico divulgar a seguinte campanha:

MÃE

03 anos: mãe eu te amo
11 anos : mãe não me enche
16 anos: minha mãe é tão chata
18 anos: eu quero sair de casa
25 anos: mãe você tinha razão
30 anos: quero voltar para casa da minha mãe
50 anos: eu não quero perder a minha mãe
70 anos: eu abriria mão de qualquer coisa para ter minha mãe aqui comigo.

Campanha: dê valor a sua mãe.
Repasse se você admira e ama sua mãe como eu amo muito a minha!!!


Aposto que foi muito bom ganhar um abraço, um sorriso ou um beijinho do seu filho hoje.
E sua mãe ? Será que ganhou, pelo menos, um "alô" seu ?

Um grande abraço a todos e um feliz dia !

segunda-feira, 20 de Junho de 2011

Festival Panda

Olá pessoal !
Como foi o final de semana de vocês ?
Espero que todos tenham passado dias maravilhosos !
Por aqui, tudo bem, em especial, no domingo, quando fomos ao Festival Panda.
Tivemos a companhia de outros 2 casais amigos e os respectivos filhos.
Esse ano, foi no Estádio do Dragão, no Porto.
Clube de coração do papá...


Nossa, gente, muito legal !
Tinha um palco secundário para animar a criançada antes e depois do espetáculo principal.



E o palco principal para o grande show do Panda e sua turma...



A meninada dançava, saltava, cantava, acompanhava as coreografias...
Uma diversão só !


O Di, claro, curtiu muito tudo !


E adorou aproveitar todo o resto de atrações do festival !


Pulou que se fartou nos insufláveis...


E deu show na cama elástica !


Difícil mesmo era convencê-lo a ficar nas filas.
Queria ir logo... chorava, esperneava... não entendia porque tinha que esperar.
Mas, aos poucos, ele lá foi compreendendo que precisava chegar a vez dele e tudo se acalmou...
Bem... acalmava até a hora de sair dos brinquedos.
Saía sempre chorando, com gostinho de quero mais... rsrsrsrsrs
Mas ele aproveitou bastante.. ainda andou no parquinho que estava do lado de fora do estádio, brincou com os outros meninos, enfim... foi um domingo em grande !
Chegamos em casa exaustos, mas cheios de alegria e boas recordações...

Uma ótima semana a todos !

sexta-feira, 17 de Junho de 2011

Quem disse que eles não lembram ?

Quando se aproxima o primeiro aniversário do filho, muitas mães entram num dilema:
Fazer ou não uma super festinha ? Mas para quê ? Ele é tão pequenino, não vai aproveitar, nem muito menos lembrar depois.
Eu também pensei assim, mas optei pela festa.
Ainda bem !
Quem disse que ele não aproveitou ?
Não parou um minuto sequer.
Até parece que entendia que aquilo tudo era para ele.
Faltando hoje exatamente um mês para o segundo aniversário do Di, ando às voltas com os preparativos.
Em breve, vou mostrar umas coisinhas aqui no blog.
Claro que, esse ano, ele vai ter muito mais noção das coisas e vai aproveitar ainda mais.
E para quem acha que eles não lembram das coisas, pois são muito pequeninos, está muito enganado...

Quando tinha menos de um ano, o Di vivia assistindo os Little Einsteins.
Não sei se passa aí no Brasil, mas é um desenho ótimo e muito educativo.


Ele era muito pequenino, mas vivia ensinando para ele ajudar a nave a decolar como os bonecos faziam.
Ele lá tentava, mas não entendia muito aquilo.
Deixaram de exibir os Little Einteins e passamos muito tempo sem vê-los.
Dia desses, voltaram a mostrar e para minha surpresa, sem que eu nada dissesse, lá estava o Di fazendo igualzinho aos bonecos, ajudando a nave decolar.
Achei muito engraçado o jeitinho dele fazer aquela "coreografia".
E achei mais interessante, ainda, ele ter lembrado.

Ano passado, fomos ao Festival do Panda.
Muita gente achou que ele não ia aproveitar porque ainda nem tinha um ano.
Que engano !
Ele adorou tudo aquilo.
Brincou, esbossou umas dancinhas com os bonecos...


Esse ano, vamos de novo.
Vai ser no próximo domingo.
E quem disse que ele não lembra ?
Mal passa a publicidade na TV ou as músicas e ele já se sacode todo.
Também ri, aponta, como se estivesse recordando o que viu.
Ano passado, o tema foi o verão.
Esse ano é esportes.
A música carro-chefe é essa abaixo.

Ele adora !
Tenta dançar como os bonecos e fica uma gracinha !



O Festival vai ser num estádio de futebol.
Mais especificamente, no estádio do Porto, clube de coração do papá.
Estamos todos eufóricos para ir.
Juntamos uma turma grande e aquilo vai ser uma farra só !
Tenho certeza que, esse ano, ele vai aproveitar muito mais...


Na segunda-feira, volto cá para contar como foi nosso domingo com o Panda e companhia.
Beijinhos e um final de semana em grande a todos !

quarta-feira, 15 de Junho de 2011

Nunca o vi tão feliz !

Nosso fim de semana passado foi prolongado.
Sexta-feira, feriado nacional.
Segunda-feira, feriado na nossa cidade.
Então aproveitamos os 4 dias seguidos de folga para ir à praia.
Como estamos longe da costa, sempre temos que andar uns bons quilômetros para ver o mar.
Dessa vez, fomos para Lisboa.
O dia de sexta foi passado quase todo em viagem.
Só começamos a curtir o feriadão no sábado.
Pela manhã, aproveitamos um pouquinho o hotel.
À tarde, fomos a uma praia linda que tínhamos ído há 5 anos atrás quando ainda éramos namorados.
Portinho, na Serra da Arrábida, em Setúbal.
Adoro aquele lugar.
A mistura de mar e serra é encantadora.
Além disso, o lugar é calminho, mar de água cristalina, sem ondas... um pedacinho do paraíso.






Tenho ou não razão para adorar esse lugar ?
No domingo, fomos pegar um bronze em Carcavelos, na região da Grande Lisboa.
Lá já tinha bem mais gente.
Até parecia a praia do futuro, em Fortaleza.





Nossa, passamos dias maravilhosos !
Já tinha saudades de tomar banho de mar, ficar lagarteando ao sol !
Mas quem curtiu mesmo foi o meu Di.
Nunca o vi tão feliz !!!
Era só dizer que íamos à praia e ele pulava de alegria e excitação !
Ele adora o mar.
Mesmo com a água gelada, queria estar sempre saltando as ondas.
Tínhamos que o tirar de lá aos prantos.
Se deixasse, passava o dia todo.
Ahhhh, ele também se divertiu imenso brincando na areia.
E também jogando bola com o pai.
Meu pequeno não parava um segundo sequer.
Aproveitava cada momento, nem as sestas da tarde ele fazia.
Só no fim do dia, deixava-se vencer pelo cansaço.
Como ele foi feliz... e nós também por vê-lo naquele estado de graça...

Vejam só a minha coisa fofa correndo para o mar !


Só espero que a gente tenha outras oportunidades de levá-lo a praia nesse verão que está quase começando...
A mamã aqui também agradece...rsrsrsrsrs !

Um abraço caloroso a todos e um ótimo dia !

segunda-feira, 13 de Junho de 2011

Selinhos

Olá pessoal !
Como foi o domingo romântico de vocês ?
Apesar de ser segunda-feira, nossa semana ainda não "começou".
Hoje é feriado em nossa cidade e estamos no "dolce far niente".
Mas resolvi passar aqui rapidinho para postar selinhos que ganhei.

Os dois primeiros foram da querida Merciana.



Esse selinho acima foi feito pela querida Carla Franco. Muito legal, né ?

Agora tenho que falar 10 coisas sobre mim e indicar 10 amigas.
Então vamos lá...

1- Sou uma jornalista que virou mãe em tempo integral.
2 - Estou encantada e maravilhada pela maternidade, acho que ser mãe é a melhor coisa do mundo !
3- Acabei virando mãe e uma apaixonada por crianças.
4- Estou me surpreendendo com as habilidades que não sabia que tinha nos preparativos para a festinha de 2 anos do meu filho
5- Adoro fazer programas família
6- Amo dormir agarradinha ao meu filho, é algo sublime
7 - Adoro quando o Di agarra-se a mim, apesar de ser um "pequeno terrorista", ele é muito carinhoso
8- Sou mãe babona, não tem jeito
9- Vira e mexe penso num segundo filho. Muitas dúvidas...
10 - Adoro a blogosfera e só posso agradecer o carinho de todas vcs comigo 

E aí vão as minhas contempladas...


Já esse selinho fofo ganhei da minha amiga Rose


Rose, querida, obg por esse selinho. Identifiquei-me muito com ele.
Por que será, hein ? rsrsrsrs...
Para esse selinho, tenho que falar sobre o blog que me deu....
A Rose escreve o "Trio da Alegria".
E que trio, gente !
Nossa amiga é mãe de 3 meninos.
O mais novinho tem apenas 7 meses e é uma fofura.
Para quem quiser conhecer um pouquinho mais da história deles, basta dar uma olhadinha em:

http://triodaalegria.blogspot.com/
(postar o link do blog é a segunda regrinha)

E a terceira é falar 5 coisas que meu baby faz e eu acho fofo:

1. Acho lindo ele falando "xixi".
Nunca pensei que essa palavra pudesse soar tão linda aos meus ouvidos, mas é que o Di faz um biquinho tão fofo para pronunciá-la....
2. Acho fofo quando ele dança
3. Acho fofo quando ele se agarra a mim
4. Acho fofo quando ele ajuda a passar hidratante nas minhas pernas
5. E meu coração derrete-se todo quando ele me solta um beijinho.

Agora tenho que repassar o selinho para 15 amigas.
São elas as 9 que já ganharam os outros 2 selinhos acima.
E mais:

Claudia
Genis
Carla Franco
Merciana
Roberta
Ivana
É isso, meninas !
Agora vou curtir o resto do feriadão com os meus amores...

Beijinhos a todas e uma semana maravilhosa !

sexta-feira, 10 de Junho de 2011

Vencida por mim...

Comecei a semana decidida também a começar o desmame do Di.
Imaginei que não seria fácil, mas mentalizava que uma hora tinha que ser e pronto !
E por que não agora ?
Bem, segundo a pediatra, a gente que é mãe só deve começar o desmame quando se sentir preparada para isso.
Tem que estar bem psicologicamente e consciente de que não pode voltar atrás na decisão.
Bem, eu achava que estava pronta, pois achava....

O Di hoje só mama pra dormir.
Isso sgnifica 2 vezes por dia: uma na hora da sesta e outra à noite.
Mas o problema é que ele mama durante à noite e isso complica um pouco.
A pediatra disse que o melhor era contar com a ajuda de alguém para colocá-lo para dormir.
Eu tinha que desaparecer literalmente da frente do meu filho.
Disse até para eu deixá-lo um fim de semana com alguém, mas isso nem pensar !
Cadê a coragem ?
Então, nós só temos uma saída: fazer com que o papá se ocupe dessa função.
Mas ele disse que, durante a semana, é complicado pois tinha que ir trabalhar no outro dia.
Resultado: lá fui eu tentar sozinha.

Para fazer o Di adormecer sem a mama foi uma luta.
Ele enroscava-se todo em mim, puxava minha roupa, pedia o peito.
Mas adotei uma dica da querida Simone Scharamm.
Coloquei um curativo em cada peito e mostrava para ele dizendo que não podia mais mamar pois a teta estava dodói.
Ele fazia aquele chorinho de manha, queria tirar o curativo, uma luta.
Resisti.
Coloquei desenhos animados para ele adormecer, música, deitei-o na cama e nada !
Ele simplesmente não conseguia !
Levantava, andava de um lado para o outro, choramingava, vinha pedir a mama, enfim...
Ficamos ali naquela batalha eu e ele por mais de uma hora.
Só consegui adormecê-lo depois que ele estava muito cansado e no colo, sendo embalado e eu cantando para ele.
Ufa ! Ponto para mim !
Pensei: deu resultado !

Lá pelas 3 da manhã, ele acordou procurando a maminha.
Choramingou, tentou, tentou, mas acho que ainda estava com muito sono e acabou por dormir.
Outro ponto para mim !
Levantei, fiz uma mamadeira de leite e deixei ao lado da cama.
Sabia que logo ele ia acordar com fome e estaria ali o substituto.

Às 6 da manhã, voltou a acordar querendo mamar.
Ofereci a mamadeira... coitada !
Ele a empurrava com tanta raiva, ui !
Travamos de novo uma nova batalha e dessa vez fui vencida.
Meus peitos estavam cheios de leite, o menino chorando, não resisti.
Cedi. Voltamos a estaca zero.
Falhei. Fiz exatamente o contrário recomendado.

Mas não fui vencida pelo meu filho.
Fui vencida por mim mesma, pelo meu sentimento de mãe.
Ainda não estava preparada psicologicamente para o desmame.
Chorava calada junto com meu filho cada vez que ele chorava pedindo o peito.
Muito ruim sentir que aquele momento único, só nosso, estava chegando ao fim.
Chorava por ver meu filho pedir algo, eu ter e não dar.
Lembrava de quando era editora de tv e via entrevistas daquelas pessoas pobres que passavam fome nas favelas ou sertão do Ceará.
Entre elas, uma frase era quase unânime: "é muito triste seu filho pedir comida e você não ter para dar".
Toda vez que eu ouvia aquilo, dava uma dor no coração.
E lá estava eu ali, negando ao meu filho o alimento preferido dele.
Não, definitivamente ainda não tinha chegado a hora.
Vamos ver qual será o próximo capítulo dessa novela...

Beijinhos e um excelente fim de semana pra nós !
E o nosso vai ser grande, prolongado: feriado hoje e segunda-feira !
Bendita folguinha !!! 

quarta-feira, 8 de Junho de 2011

Desfralde: Parte 1

Mudar hábitos é mesmo algo difícil.
Exige muito de nós... muita perseverança !
E quando se trata dos filhos, acho que tem que ser em dobro !
Desde que o tempo começou a ficar mais quentinho por aqui, passei a tirar a roupa do Dieguinho uns 10 minutos antes de ir para o banho.
Deixava que ele andasse peladão pela casa para sentir o próprio corpo.
Ele adora estar nú. Para ele, quanto menos roupa melhor !

Na verdade, o objetivo principal era tentar começar o desfralde.
Ficava morrendo de medo dele fazer xixi no chão ou em cima da cama, mas enfim... tinha que ser, né ?
Foram dias e dias e ele nunca fez uma gotinha sequer.
Eis que sábado passado, veio o primeiro xixi fora da fralda, bem no meio do tapete da sala.
Eu e papá demos um grito !
Temos consciência que agimos errado, pois ele quase que imediatamente parou de fazer.
Assustamos o menino, coitado !
Mas não fizemos por mal.
Foi instintivo; só percebi o quanto eu própria não estava preparada para o desfralde.
Levei-o imediatamente ao banheiro para ver se ele continuava a fazer xixi no potinho, mas doce ilusão a minha !
Ele nem lá quis sentar !
Foi uma luta danada, mas não sentou, achei melhor não insistir...
  
 Na segunda-feira, nova tentativa.
Depois do almoço, imaginei que ele fosse fazer cocô.
Convenci-o a sentar no peniquinho.
 Levei lápis de cor, papel e passamos ali quase uma hora sentados desenhando e nem uma gotinha de nada !
À noite, antes do banho, mais uma sessão de peladão correndo no meio da casa... rsrsrsr
Fomos para o "troninho" e nada, mas foi só levantar do bendito e lá foi uma mixada bem no meio do tapete do banheiro !
Expliquei-lhe o que tinha acontecido e consegui com que ele aprendesse a dizer "xixi".
Fiquei tão contente !!!!
(essa palavra nunca me soou tão linda !!!! rsrsrsrsrs)


Ontem, lá fomos nós de novo passar um tempo no troninho.
Quando disse-lhe para irmos fazer xixi no potinho, ele correu logo para o banheiro levando os lápis de cor !
 Mais uma vez nada !
Minutos depois, lá se foi o xixi no meio da cozinha !

Então é isso, gente ! 
Estamos engatinhando no desfralde.
Ainda não consegui que o Di fizesse uma gotinha sequer no troninho.
Mas estou toda orgulhosa...
Agora, toda vez que pergunto-lhe:
"Filho, o que foi que a pilinha do Di fez ?"
Ele responde:
"xixi !"

Ahhhhh, para quem não sabe, "pilinha" é o nome carinhoso que se dá aqui em Portugal ao órgão sexual masculino das crianças.

Um abraço carinhoso e um lindo dia a todos !

segunda-feira, 6 de Junho de 2011

Matando saudades...

Quem já está com os filhos mais crescidinhos ou entrando na pré-adolescência pode até ter as coisas mais facilitadas...
Mas quem ainda conta com pequenos abaixo dos 5 ou 6 anos deve ter o tempo para estar só com o maridão bem reduzido.
Estou errada ?

Antes do Di nascer, sempre procuramos fazer programinhas para não deixar o casamento cair na rotina...
Ir ao cinema era quase que obrigatório às sextas à noite... tinha também as escapadinhas de fim-de-semana e por aí vai...
Há 2 anos, o que era romântico virou infantil.
Nosso filho mudou o foco de toda a nossa vida, dos nossos passeios.
Tudo passou a ser feito pensando nele e para ele.
Nunca reclamamos, mas claro que, às vezes bate aquela saudade do cineminha, por exemplo !
O Di nos acompanha em tudo, em todos os momentos.
Mesmo que quiséssemos, não tínhamos com quem deixá-lo.
Minha família está longe, a do meu marido também, então somos nós e nós mesmos.
Se por um lado pode parecer cansativo, por outro, somos felizes assim.

Como vocês devem imaginar, com uma criança sob nossa constante responsabilidade, momentos de paz e sossego são raros.
E quando eles acontecem, nós também queremos descansar.
Mas eis que no sábado passado, nosso menino nos presenteou com alguns minutos, para nos fazer lembrar de como também é bom um tempinho só para a mamã e o papá.
Como sempre, o Di foi fazer a sua sesta depois do almoço.
Nesse dia, papai não estava tão cansado e não o acompanhou na soneca.
Resultado: fomos para a sala ver um filme que há muito estava a nossa espera: África Minha.
 Apesar de ser antigo, recomendo !

Abrimos uma garrafa de vinho, bem no meio da tarde e preparei um pratinho de queijo e petiscos.
E ficamos só os dois ali no sofá vendo o filme, petiscando e bebendo um copinho.
Foi muito bom... deu para matar as saudades de instantes como aquele.
Mas como tudo que é bom dura pouco ou dura o suficiente para ser inesquecível, o filme ainda nem tinha acabado e escuto o som de dois pezinhos pequeninos chegando na sala.
O Di veio logo se aninhar no meu colo.
Ficou agarrado a mim e ainda dormiu mais meia horinha...
Mas não o suficiente para a gente acabar de ver o filme.
O finalzinho foi em meio às minhas lágrimas (eu quase sempre choro em filmes), chutes de bola e balão.
Bem, lá estávamos de volta à realidade...rsrsrsrsrs...

E o romantismo aí na casa de vocês, como é que anda ???

Um abraço carinhoso a todas e uma semana abençoada !

sexta-feira, 3 de Junho de 2011

É chegada a hora...


Só com quase 2 anos, o Di foi ontem a primeira vez ao pediatra...
Alguém aí deve estar gritando: "Como assim? Essa  louca nunca levou o filho ao médico ?"
Nada disso, gente.
Meu filho, graças a Deus, nunca ficou doente a sério.
O máximo que teve, até agora, foram gripe, febre e uma garganta inflamada.
Acho que só foi umas 4 ou 5 vezes ao hospital ou centro de saúde por doença.
Todo o resto, foram consultas de rotina, para acompanhamento e vacinas.
Nessas consultas, ele é seguido por nosso médico de família que não deixa de ser um clínico geral.
Ele nunca viu necessidade de mandar o Di a um pediatra.
E assim seguimos...
Mas como ele está prestes a fazer 2 aninhos, queríamos levá-lo a um especialista para fazer um "check-up"... saber se estava tudo bem com ele, mas especialmente em relação à fala.

Meu bebê não fala quase nada.
Ele se comunica perfeitamente através de gestos e sons.
Entende tudo o que nós dizemos, mas falar que é bom, nada !
A pediatra disse que é normal, tendo em conta que ele passa o dia em casa comigo.
Como eu entendo e atendo todos os seus desejos, ele não se esforça para falar.
Para isso, ela nos deu duas saídas:
1. Dificultamos a vida dele, fingindo que não entedemos o que ele quer quando ele simplesmente aponta ou faz gestos. Assim ele vai ser forçado a se expressar com palavras.
2. Coolocá-lo num infantário para conviver com outras crianças.


 Outro cuidado nosso era saber se ele estava bem desenvolvido fisicamente, já que ele não é de comer muito.
Graças a Deus, quanto a isso está tudo bem.
A pediatra falou que ele faz certinho... faz o que todos nós devíamos fazer: come pouco, mas de tudo.
Ele está com peso e estatura dentro da média, por isso, nada para se preocupar.
Mas quando falei que ele ainda mamava, ela disse que aconselhava o desmame, tendo em vista que ele vai fazer 2 anos.
Ela só aconselha a amamentação até os 18 meses... 

Então, é isso meninas...
Estou com 2 novas "preocupações" batendo a porta: o desmame e a ida para a escolinha.
Quanto ao primeiro, decidimos começar o mais breve possível e já imagino que será dureza.
Meu menino hoje só mama para dormir.
Fazê-lo adormecer sem a maminha vai ser complicado...
Já o infantário, vamos tentar arranjar um em que ele possa passar apenas um período, de preferência a parte da manhã, para ver se ele desenvolve mais a linguagem.
Mudanças à vista... e esses nunca são períodos fáceis, né ?
Mas quem disse que ser mãe era só flores ?

Um ótimo final de semana pra nós !

quarta-feira, 1 de Junho de 2011

Nosso Dia das Crianças

Na verdade, hoje é o Dia Mundial da Criança...
E apesar de toda a festa antecipada no sábado passado, como mostrei no último post, ainda tínhamos fôlego para comemorar a data outra vez... rsrsrsrsrs... 
Nesse dia dedicado à criançada, aqui em Portugal, meu Di ganhou...

... presente

(agora estamos tentando fazer com que o Di aprenda a andar nessa motoca...)


...brigadeiro e pirulitos de bolacha maria...

...e brincadeira no parque !

Quer dia melhor para uma criança???