segunda-feira, 29 de Novembro de 2010

Um presentinho de Natal para você !!

Já vi muitas promoções e sorteios em blogs.  Nunca participei, pois quase sempre se restringem a pessoas que moram no Brasil e como não é meu caso.... snif, snif !
Mas sempre achei bem legal essas iniciativas.
Tanto que resolvi fazer aqui algo para celebrar esse fim de ano com pessoas tão queridas que conheci através da blogosfera. Na verdade, a algumas pessoas, gostaria de dar uma lembrancinha individual, mas como não dá, né, vamos brincar ?
Que tal ganhar uma prendinha(=presentinho) d´além-mar nesse Natal ?
É o seguinte... Vocês lembram da árvore de Natal aqui de casa ? Para quem não viu o post semana passada, vou repetir a foto...


Quem reparou bem, percebeu que já tem lá um presentinho. Aquela caixa é a prenda de Natal do Dieguinho. Foi a primeira que compramos. Fomos a uma loja de brinquedos semana passada, achamos tão legal que resolvemos nos antecipar.
E a nossa brincadeira é essa...
Vocês têm que advinhar qual presente o meu filhote vai ganhar. É óbvio que tivemos o cuidado de comprar uma coisa que ele gosta muito. Vamos às dicas...
 É um item de plástico duro, colorido, que tem botões e pode ser usado com pilhas ou ligado à energia. Bem, não posso dizer mais senão fica muito fácil...rsrsrsrsrs !
Para participar, basta deixar um comentário com o palpite e e-mail.
Vamos lá, entrem nessa brincadeira de Natal ! Quem quiser também pode divulgar em seus blogs !
Aceito comentários até o próximo domingo.
Na segunda-feira, dia 6 de dezembro, vou fazer o sorteio entre as pessoas que acertarem.
O vencedor ou vencedora vai ganhar essa singela lembrancinha....




Não sei se pela foto dá para identificar bem. São duas peças em madeira que, montadas, formam uma árvore. Comprei esse item numa casa de decoração e achei bonito e original. Batizei-o de "árvore da amizade", simbolizando  as amizades que a blogosfera nos traz.
Desculpem se as fotos não ficaram boas. Não consegui tirar melhores... Também não quis tirar uma foto dela montada para não abrir a embalagem...




Essa árvore é para pendurar jóias e bijuterias.
Mas acho que cada um pode dar a finalidade que quiser, inclusive, pode ser apenas uma peça de decoração. O que vocês acharam ?
Queria poder mandar outras coisas... mas enviar objetos por correio, ainda mais se for internacional, não é fácil. Não pode ser algo que quebre, nem nada perecível, enfim...
Apesar de ser um "prêmio" simples, achei que o mais importante seria o lado lúdico da coisa.
Participem ! Divulguem ! Aguardo muitos palpites ! Uma mesma pessoa pode mandar quantos quiser !
Uma feliz semana a todos !
* Atualizando I : pelos comentários, vi que tá difícil advinhar, então vou dar mais uma dica, aliás, duas: é um objeto que emite sons e nos bota pra dançar (o Dieguinho adora dançar !) ! Fica mais fácil assim ?!? Meninas, podem participar de novo, com outros palpites, tá ? Bjinhos

* Atualizando II : Como quero que todas participem do sorteio, vou dar uma dica final: uma pessoa já acertou qual é o presente do Dieguinho. Quem acertou foi uma das minhas amigas que já faz participação especial aqui, no quadro Agora é a sua Vez. Por isso, se vc não é uma delas, vejam as dicas e deixem novos palpites...rsrsrsrsrsr !!!
Ahhhh, está caindo o primeiro nevão do ano aqui na minha cidade.... 

sexta-feira, 26 de Novembro de 2010

Português - de Portugal ! - para crianças ! - II

O post campeão de visualizações aqui do blog é um que escrevi no final de maio, mostrando as diferenças no falar de portugueses e brasileiros, quando o assunto é criança. Quem não leu ou quer voltar a dar boas risadas, é só conferir em : http://amarsermae.blogspot.com/2010/05/portugues-de-portugal-para-criancas.html
Tamanho o sucesso desse tema, resolvi fazer uma nova seleção de palavras e expressões relacionadas com o universo infantil.
Como o Dieguinho está aprendendo a falar, eu mesma tenho que me policiar, senão faço uma confusão na cabeça do menino. Vejam lá se vocês conseguem descobrir antes da explicação. Umas são bem parecidas, outras, nem tanto...

O meu filhote adora "chicha" ou "chichinha"... se for bovina, melhor. Um bife bem gostosinho é o prato preferido dele. Então, se você vier a Portugal e ouvir uma mãe perguntando ao filho: "Quer chicha ?" Ela está lhe oferecendo carne.
Para beber, vai-se de "sumo", ao invés de "suco". Aliás, o Diego adora sumo de laranja com tosta mista (=o nosso velho e bom misto quente). Mas sempre evito que ele coma o fiambre (ops! No Brasil, dizemos presunto!). Afinal quem não gosta de uma boa sandes (=sanduíche) ?  
Agora vamos às coisas menos saudáveis que ele gosta:
gelado (= sorvete) e rebuçado (= bala, bombom). Ai, ai...
Graças a Deus, meu filhote é um menino muito saudável e nunca ficou doente a sério. O máximo que teve foi uma ou outra constipação (=gripe) e mais nada ! As únicas "picas" que levou foram as das vacinas.

 (Pica = injeção !)

Quando o assunto é brincadeiras, adora jogar a bola(=jogar futebol), afinal nenuco (=bonecos em forma de bebê) é coisa para menina.
 Também adora peluches(=bichos de pelúcia). Ainda não tem idade para brincar de berlinde (bolinhas de gude), eu brinquei...rsrsrsrs ! E na minha terrinha, chamamos mesmo é de "bila"...rsrsrsrsrs ! E se herdar outra de minhas paixões da infância, também vai adorar banda desenhada (=revista em quadrinhos).


E por falar em historinhas, não vejo a hora de ler algumas para ele, inclusive a do capuchinho vermelho (=chapeuzinho vermelho). Mas enquanto não são horas delas, nos divertimos com as cantigas infantis... Aqui tenho que dizer: "atirei o pau ao gato..."
Dia desses, ouvi outra música bem bonitinha... não a conhecia, por isso resolvi partilhar...

Doidas, doidas, andam as galinhas
Para pôr o ovo lá no buraquinho
Raspam, raspam, raspam
P’ra alisar a terra
Picam, picam, picam
Para fazer o ninho

Ahhh, e por falar em animais, eu já disse que o signo do meu filho é caranguejo (=câncer) ? Se tivesse nascido em março, poderia ser carneiro (=áries)... se fosse em outubro, seria balança (=libra). Não conheço muitas pessoas de caranguejo, mas espero que o Dieguinho seja bem estudioso. Nada de precisar de explicador(=professor particular) e que ele nem sonhe em cabular(=colar nas provas, pescar). Se não vai "levar tau-tau" ou umas "nalgadas no rabo"(=umas boas palmadas !).


E então, gostaram ? Se deu para divertir um pouquinho o seu dia, melhor !
Agora deixem-me ir "fazer festinhas" no meu filho, tá ?
Traduzindo... fazer festinhas=fazer carinho !
E aproveitando a deixa, desejo um fim de semana cheio de "festinhas" a todos !
Ahhh, semana que vem tem brincadeira de Natal aqui no blog ! Não percam !!!

quarta-feira, 24 de Novembro de 2010

Esperando o Natal...

Ontem foi dia de preparativos aqui em casa. Passamos a noite tirando móveis e objetos do lugar para dar vez à decoração de Natal. Eu estava ansiosa por esse dia, pois sabia que ia ser uma festa ! Toda vez que vamos aos shoppings, o Dieguinho delira com todas aquelas luzes, cores, árvores gigantes, enfim! Já sabia que quando fôssemos arrumar as coisas aqui  não seria diferente... Eu imaginava que ele fosse ficar todo contente, mas não esperava vê-lo tão eufórico ! Acho que nunca tinha visto meu filho tão feliz. Quando olhava para as bolas coloridas e enfeites espalhados ali pelo chão ele ria, dava gargalhadas.... Meu Deus, uma excitação só !!! Nunca tinha visto naquela carinha tamanha alegria...
Eu, ele e o papá fizemos um verdadeiro trabalho de equipe ! Na hora de montar a árvore, eu ia abrindo os galhos, o Dieguinho ia dando ao papá para ele montá-los.  Depois, meu filhote ia nos dando as bolas e os enfeites para a gente ir arrumando na árvore.
Eu adoro o Natal ! Não só por causa dos presentes...rsrsrsrsrs... Mas pelo significado da data e por sentir que fica uma boa energia no ar... um clima diferente... não sei ! E pelos vistos, meu pimpolho vai no mesmo caminho... Quero que ele aprenda a valorizar essa data e adoro ter a família reunida na hora de arrumar a casa.
Esse é o terceiro Natal do Dieguinho conosco. Em 2008, ele acompanhou os preparativos ainda dentro da barriga. Em 2009, tinha apenas 4 meses, mas fiz questão de tê-lo ali ao lado enquanto eu e o papá arrumávamos tudo. E esse ano, o meu pequenino já estava ali nos ajudando com a decoração. Que momento lindo e de felicidade para nós !
Agora vamos parar de falação e deixa eu mostrar a vocês como ficou a casa...

A porta de entrada



Móvel da entrada

Nosso presépio
Ele costumava ficar no chão, ao lado da árvore. Mas agora não dá mais ! Advinhem por quê ? rsrsrsrs...


As velas
Uma delas é do ano passsado... oopppsss !


A árvore dos desejos
Essa criação foi inspirada num dos trabalhos da talentosíssima Kátia Bonfadini. Ela fez uma dessas para o aniversário da irmã. Achei a árvore linda e fiquei na idéia de ter uma para as festas de fim de ano. Acho que a Kátia leu meus pensamentos e num post recente do seu Casos e coisas da Bonfa, ela disponibilizou o molde para os leitores fazerem as folhas. Fiquei muito contente e isso me encorajou a fazer as minhas. E não é que deu certo ? Digo isso porque geralmente sou um desastre com trabalhos manuais. Mas até que a árvore ficou apresentável. Utilizei um galho seco. Os moldes que a Kátia disponibilizou, imprimi, colei em papel de presente e depois recortei. Para dar um clima natalício, pendurei também umas bolinhas de chocolate. O que acharam ?
Para quem não sabe como "funciona" a árvore dos desejos, é o seguinte...

 As pessoas devem pegar as folhas e escrever nelas desejos, no meu caso, desejos de boas festas. Depois, é só amarrar a folha na árvore. Aqui em casa, quem colocar uma folha na árvore, pode tirar uma bola de chocolate. Serão nossas prendinhas de Natal para os amigos que vierem nos visitar. Estão todos convidados !!!

Voltando à decoração... mais um enfeitinho de porta


E a nossa árvore
Ela é um pouco desproporcional (grande) para o nosso ap, mas quando a compramos há 3 anos, não tivemos essa noção. Ela estava no alto da prateleira de uma loja e de lá parecia menor...rsrsrsrsrs ! Quando chegamos a casa, tomamos um susto com o tamanho dela. Mas sem stress. Já fica para quando formos morar num espaço maior...rsrsrsrs ! Como vocês podem ver, ela tomou o lugar da "área de lazer" do Dieguinho. Mas é só por uns dias....

Ao lado da árvore, coloquei esse enfeite de pinhas e cachepôs para velinhas

E essa é a nossa decoração, simples, mas bonitinha. Nem podemos inventar muito. O espaço não permite !
Espero que os enfeites durem, pelo menos, até o dia 25 de dezembro.  O Dieguinho anda sempre com a "mãozinha boba" por lá... Uma bola já foi para o lixo...rsrsrsrs...
E aproveito para desejar um Feliz Natal antecipado a todos !

segunda-feira, 22 de Novembro de 2010

Meu cantinho favorito...

A querida Andrea Palomo que já participou aqui no blog e tem o seu Ovos com Geléia me deu esse selinho...


Amiga, ainda estou longe de ter 100 seguidores, mas quem sabe um dia, né ? Mesmo assim, muito obrigada pela lembrança e pelo selinho.
As regras são:
1) Mostrar (com foto) um cantinho da casa que mais gosto
2) Repassar para 10 amigas super especiais.

Vamos lá...
A parte da casa que mais gosto... bem.... Moramos num ap... e temos o espaço um pouco limitado ainda mais com um filho. Adoro o aconchego do quarto, as jantaradas em torno da nossa pequena mesa da cozinha... mas para ser diferente... vou mostrar aqui um cantinho que me traz imensa felicidade e "stress" ao mesmo tempo.


Essa é a "área de lazer" do Dieguinho. É aí que nos "esbaldamos" boa parte do dia. Ele adora cada um desses brinquedos. Pega num, noutro e mais outro. Tem que "testar" todos, todos os dias. Gosto desse cantinho porque aí somos felizes. Brincamos, rimos... nos divertimos imenso ! E nada traz mais alegria a uma mãe que ver a felicidade de um filho, não é mesmo ?
Agora vou explicar porque esse cantinho também me causa stress. Simplesmente porque tenho que arrumá-lo, pelo menos, umas 3 vezes por dia. Nada pára no lugar por muito tempo. Nem preciso dizer por que, né ? E nem conto os outros brinquedos que estão no quarto !!! Mas tudo se torna irrelevante a cada nova gargalhada do meu pimpolho.

Agora vamos às indicadas...


Achei bem legal esse selinho, pois a gente tem oportunidade de conhecer um pouquinho mais de tantas amigas que não podemos visitar pessoalmente.
Um beijinho e uma semana bem animada pra todas nós !

sexta-feira, 19 de Novembro de 2010

Agora é sua vez... por Tuka Siqueira

É com muita honra e orgulho que vos apresento mais uma grande mulher aqui no Amar ser Mãe. Estive pensando e já não lembro como a conheci. Se foi ela quem apareceu por cá e deixou um comentário ou se fui eu que, navegando por blogs de mamãs, cheguei até ela. Acho que foi a segunda opção. Mas a verdade é que me surpreendi com a história dessa mulher desde o princípio. Primeiro e mais importante: por ela ter cinco filhos ! Hoje em dia, não é muito comum ver uma família tão grande assim. Ao mesmo tempo que penso na benção que é gerar cinco vidas, imagino na trabalheira que é criá-los ! O segundo motivo que me levou a conhecê-la e admirá-la foi o fato dela ser portadora de esclerose múltipla. O relato pessoal sobre a doença foi um dos primeiros posts que li, o que me fez ler muitos outros em seu blog. Pelo pouquinho que a conheço, posso dizer que essa é uma mulher pra gente tirar o chapéu !

***

Tuka Siqueira é uma mamãe gaúcha, que mora em Cachoeira do Sul. Estreou na maternidade ainda na adolescência, aos 17 anos. Depois conheceu o atual marido, com quem está junto há quase duas décadas. Teve mais quatro filhas. Duas delas gêmeas. Hoje tem em casa, um rapaz, uma adolescente e três pequenas com menos de três anos de idade. Começou a trabalhar cedo, aos 13, mas por causa da doença... e depois do nascimento das meninas... passou a se dedicar à família. É mãe, esposa, dona de casa que se desdobra para dar conta dos cinco filhos. E ninguém melhor do que ela para contar essa bela história.



Agora é sua vez...

...por Tuka Siqueira 



Porque eu amo ser mãe.

Apesar de ter 5 filhos, a maternidade nunca foi algo planejado na minha vida. Desejei e amei cada um dos meus filhos a partir do momento exato em que percebi que existiam, mas não planejei ter nenhum. Por conta disso, tudo aconteceu de forma natural, fui aprendendo a ser mãe com a maternidade. Mas dizer que aconteceu de forma natural não quer dizer que foi ou está sendo fácil.

Os desafios se apresentam todos os dias e a experiência já ajuda um pouco, mas cada situação é única, assim como cada filho e vamos nos adaptando à cada uma à medida que acontecem. às vezes tenho vontade de sair gritando e correndo rua afora como uma louca. Neste momento mesmo, com 3 bebês em casa, a loucura é algo que impera por aqui. Muito barulho, muita bagunça, nenhuma rotina, muitos dodóis. Aliás, essa parte dos dodóis é a que mais me enlouquece, pois as 3 estão sempre muito próximas, brincam de trocar as chupetas e todo tipo de coisa que facilita a transmissão de vírus e bactérias. Uma melhora, a outra adoece e assim sucessivamente.

Elas também são muito arteiras, estão sempre procurando uma arte pra fazer, um lugar pra subir, um armário ou gaveta pra mexer, me tiram do sério. Minha paciência, que já não é muita, acaba logo e fico com minha cabeça fervendo.

Ser mãe consiste em 99% de trabalho, renúncia e preocupação e 1% de alegrias.

Então, porque raios eu amo ser mãe?

Porque ser mãe me fez ser uma pessoa melhor, me fez querer ser uma pessoa melhor.

Amo ser mãe, porque depois de um dia exaustivo e massante, quando estou aborrecida e cansada, recebo um sorriso sapeca e banguela da minha pequenininha ou um abraço duplo bem apertado das gêmeas, ou minha filha adolescente com aquela mania chata de ser chiclete, vem e me abraça ou ainda o telefone toca e recebo notícias do meu filho. Pronto. Do que era mesmo que eu estava reclamando? Esqueci. Todo o aborrecimento se dissipa, o cansaço começa a fazer sentido.

Amo ser mãe, porque a maternidade me fez aprender o que realmente significa AMOR, este sentimento tão forte que quanto mais o distribuimos aos nossos filhos, mais ele cresce em nosso coração.

Amo ser mãe. Simples assim.

Tuka Siqueira - Mãe do Allyson 22 anos, Yasmin 14 anos, Aline e Camila 2 anos e 7 meses e Letícia 1 ano e 1 mês.


Tuka Siqueira

Ktralhas - Blog


***


Tuka, muito obrigada por aceitar o convite e participar desse cantinho. Você nos presenteou com um belo texto; traduziu em palavras sentimentos nobres, um relato sincero e emocionante ! Continue sendo essa grande mãe e mulher !
E quem quiser também ter sua vez aqui, basta mandar um mail para deboravieira@hotmail.com, dizendo porque você ama ser mãe. O tamanho, o formato.. quem manda é você !
Um fim de semana maravilhoso para todos nós !  

quinta-feira, 18 de Novembro de 2010

16 meses

Gente, o meu xuxuzinho completou ontem 16 meses: 1 aninho e quatro meses !!!
 Olho para ele ali fazendo uma "nova arrumação" nos meu armários e meu coração se enche de alegria... Está tão grande, sapeca e lindo !!!! Sou mãe babada e coruja ??? Nada disso, né ? rsrsrsrs...
É incrível como eles crescem rápido ! Aquele bebezinho tão indefeso agora já parece um homenzinho ! Corre a casa toda, adora brincar de esconde-esconde, entende tudo o que a gente diz, quando quer é super obediente, adora me ajudar enquanto estou fazendo alguma coisa... e é um curioso !!! Está sempre de olho em tudo e todos... a qualquer movimento quer logo saber o que se passa.
Não há nada no mundo que se compare a essa sensação de felicidade... de ter ali um pinguinho de gente que vive aprontando, mas basta dar um sorriso e a gente já ganha o dia.
Eu tenho tanto pra falar... mas com palavras não sei dizer... como é grande o meu amor pelo meu Di !
(qualquer semelhança com alguma música que você já ouviu é mera coincidência...rsrsrsrsrsrs !)



Até completar um aninho, eu comemorei todos os mesversários do meu filhote. Depois parei. Mas agora que ele não pode ver um bolo ou uma vela acesa que começa logo a "cantar" parabéns, resolvi dar-lhe um presentinho.


Já nem lembro qual foi a última vez que fiz um bolo que saiu do forno assim; minimamente apresentável. Fiquei tão feliz com o resultado que resolvi mostrar aqui.
 Peguei uma receita de bolo de nozes ( o meu favorito!) aqui na net. Depois de uma generosa cobertura de chocolate... aí está ele !


Assim que viu o bolo, o Dieguinho ficou todo contente ! Começou logo a bater palminhas e a "cantar". E eu disse toda orgulhosa: olha o que mamãe fez para você !
Depois do jantar, cantamos os parabéns, com direito a velinha e tudo ! Só lhe falta um pouco de força para apagar a chama, mas ele já sabe soprar direitinho.
Ahhh, o bolo foi aprovado. Ficou bem gostoso e é super fácil de fazer. Leva poucos ingredientes e fica pronto rápido. Esse é o meu tipo de receita favorita !!! Para mulheres pouco prendadas como eu, nada melhor que algo simples e prático.
E desse jeito, nossa dieta nunca mais começa, né, Cida ? rsrsrsrsrsrs...

terça-feira, 16 de Novembro de 2010

Reflexões sobre a "ingratidão" dos filhos

Um dos post que escrevi recentemente e mais deu o que pensar foi um que falei sobre a ingratidão dos filhos. Recebi ótimos comentários aqui no blog. E um deles, chegou-me através de e-mail. Foi da minha cunhada, mulher do meu irmão. Ela é uma futura mamãe. Está esperando o(a) primeiro(a)  filho(a) e eu o (a) primeiro(a) sobrinha (a). Oba !!!!
A Sabrina fez uma bela reflexão do post que escrevi. Gostei tanto que pedi autorização para publicar aqui no blog. Acho que vale muito a pena a leitura. Ela é assistente social e já trabalhou com crianças e adolescentes vítimas de violência, por isso, tem uma visão interessante do assunto.
Agora vos deixo com o texto da minha cunhada, Sabrina Fava.

***
Li o seu post sobre filho e ingratidão... e assim, apesar de não ser mãe, ainda, eu sempre quis isso. Desde pequena, adolescente, adulta, eu tinha essa vontade de casar e ter filhos, coisas de mulher canceriana. Acho que se isso não acontecesse, minha vida não seria completa.

Eu acho que os seus questionamentos, reflexões são muito pertinentes. A gente deve estar sempre se perguntando se estamos fazendo a coisa certa, em especial quando falamos de filhos. Ser mãe e pai é uma missão e "prestaremos conta" sobre as nossas ações. Encontrar o equilíbrio e fazer a coisa certa é difícil nessa tarefa de educar, que não tem fórmula pronta. É errando que a gente vai acertando, ainda mais quando se é mãe de primeira viagem.

Acho que a gente tem que pensar o que é mesmo ingratidão. Eu sempre tive isso na minha cabeça com relação a filhos, ainda mais pelo trabalho que desenvolvi junto a crianças e adolescentes que são vítimas de violência, cujos principais agentes dessa violência são os pais ou responsáveis. A criança dará o que ela recebeu na infância. É essa fase a principal do nosso desenvolvimento enquanto pessoa. A personalidade das crianças se forma até os sete anos, o que vem depois é para ser agregado, somado.

Temos que pensar também que criamos os nossos filhos para o mundo, para se inserirem na sociedade e conquistarem o seu espaço, realizarem as suas descobertas e seus erros também. Acho que a gente não apaga da memória a educação e o amor que recebemos de nossos pais quando tentamos o nosso caminho longe deles. Cada um de nós vem com sua missão e os pais têm a função de preparar os filhos para realizarem a sua missão, a partir do amor, do exemplo e dos limites. Se ser mãe reflete aquele amor incondicional, então deveremos e saberemos ter maturidade, sabedoria e disprendimento para deixarmos nossos filhos voarem, a partir dos ensinamentos que demos.


Você fez a sua escolha, decidiu pela vida que tem hoje. Toda escolha tem suas consequências, boas e não tão boas. Vc está "longe" de sua família, pq quis formar a sua própria família. Será q isso é ingratidão?...

É como você colocou no post, devemos valorizar ao máximo nossos pais, não só porque nos tornamos pais, mas por tudo que eles representaram e representam nas nossas vidas. Pensar assim exige amadurecimento. Nem todo mundo pensa assim, mas, paciência... estamos nesse mundo para evoluir e nada nessa vida é por acaso.

Com relação à adolescência, ô períodozinho difícil, você teve a sua, eu tive a minha e é a fase do teste, das descobertas e onde nós vamos ter de ter muita paciência. E olha, é comum os adolescentes terem vergonha dos pais, mas isso não quer dizer que eles não os amem. É uma fase e vai passar! Hoje as crianças e os adolescentes não são como na nossa época, eles são mais inteligentes e cada vez mais cedo sabem o que querem. A nossa função é estar junto a eles nesses momentos e nessas escolhas, para orientá-los e ter muito claro, que é errando que eles vão aprender. Não que a gente queira que eles errem, e aí talvez esteja o nosso mal, de proteger sempre e acabar interferindo nas escolhas que são deles.

Adolescente é "bicho danado" e odeiam quando os pais dão o que eles chamam de palpite na vida deles, mas uma psicóloga que trabalhou comigo sempre dizia que a gente só se preocupa com quem a gente gosta, e nos atendimentos que a gente fazia, onde as relações familiares eram permeadas de conflitos, quando ela dizia isso para o adolescente, a gente percebia que ele sentia, lá dentro, que os pais estavam fazendo o que era certo.

Então é isso, como alguém já disse, ser mãe é padecer no paraíso. E como é bom padecer nesse paraíso, né! Eu ainda não sei, mas vou descobrir!

Grande abraço!

***

Espero que, assim como eu, vocês também tenham gostado. E saibam que esse cantinho está aberto a quem quiser colaborar. Quero agradecer à minha cunhada pelo carinho e por me autorizar a publicar o seu texto. E desejar a todos um excelente dia !

segunda-feira, 15 de Novembro de 2010

Blogueiras Unidas

Olhem só que mimo eu ganhei da Roberta, do Bolsa de Amores.


Não é fofo esse selinho ? Tanto o título da campanha como a ilustração ! Adoro cães e o Dieguinho também herdou esse meu gosto !
O selinho vem com um pigue-pongue bem legal... vamos a ele..

*Barzinho ou balada?
Já fui frequentadora dos dois... Hoje... é mais café ou restaurante...rsrsrs...

*Beijo na boca ou abraço?
Depende da ocasião... Tem horas que um abraço vale mais que mil palavras...

*Café ou coca-cola?
Coca-cola... Adoro, infelizmente !

*Limonada ou caipirinha?
Limonada geladinha.

*Salto alto ou rasteirinha?
Estou contigo, Roberta. Depende da ocasião. Gosto dos dois.

*Batom ou rímel?
Batom ! Uma corzinha nos lábios é fundamental... nem que seja um gloss !

*Frango ou peixe?
Os dois.

*Saia ou calça jeans?
Jeans.

*Cinema ou praia?
Ai que saudade dos dois ! Moro longe da praia e cinema agora só do lado de fora, apreciando os cartazes dos filmes...rsrsrsrsr ! 

*Livro ou TV?
Por hora, TV.

*Menina ou mulher?
Olho para o espelho e vejo uma mulher. Mas dentro de mim ainda resiste uma menina que adora travessuras e coisas de criança !

E agora, tenho que indicar 5 blogs:
 mãe da Sofia
 minha convidada da próxima sexta-feira, no Agora é a sua Vez
também colaboradora do Recanto das Mamães Blogueiras e que hoje nos presenteou com um belo post. Vale a pena ler !

Bem, gente, é isso ! Queria agradecer à Roberta por este selinho e por ter me colocado entre suas blogueiras nota 10 ! Valeu, querida ! A gente se conheceu há poucos dias e já estamos em grande sintonia.
E também um agradecimento especial à Tuka, do ktralhas, por ter me ensinado a linkar os nomes com os respectivos endereços dos blogs. Meus conhecimentos internéticos beiram o zero, por isso, essas dicas, mesmo simples, são tão valiosas paa mim. Obrigada Tuka ! Se vc vir esse post, vai ver que aprendi direitinho.
Às outras mamães e  a todos, uma semana com tudo o que merecemos de melhor ! 

sexta-feira, 12 de Novembro de 2010

Pais: escravos dos filhos ?

O post de hoje é meio que uma continuação do que publiquei na última quarta ( http://amarsermae.blogspot.com/2010/11/filhos-sinonimo-da-ingratidao.html). Vocês podem até estar pensando ? O que aconteceu ? Ela já não ama mais ser mãe ? Nada disso ! Nenhum fato veio manchar a visão cor-de-rosa que tenho da maternidade. Essas são apenas pequenas pausas para reflexão... De vez enquando, elas são necessárias... Podem ser um passo para a gente evoluir...

Mas, afinal, você concorda ou não comigo ? Somos ou não escravos dos nossos filhos ?
Para nós, mulheres, essa escravidão começa logo que recebemos um resultado positivo. Quem fuma, tem que parar. Quem gosta do choppinho no fim de semana, tem que abdicar dele. Tem que se evitar isso, aquilo... tudo em prol do bom desenvolvimento do bebê.
Depois eles nascem e a escravidão aumenta. Já não temos tempo para nós ! Vivemos por eles e para eles 24hs por dia. Amamentar, dar banho, cuidar, colocar para dormir...
Aí vem as fases de começar a fazer papinha, comidinhas, ter um tempinho para brincar. Ajudá-los a começar a engatinhar. Ficar de olho para evitar os tombos. Ensiná-los a andar, depois a falar... e por aí vai... A escravidão nunca mais tem fim !

Acabaram-se as noites bem dormidas, sem interrupções, as idas ao cinema, o privilégio de usar uma bolsa pequenina só para os documentos e a maquiagem, tomar um banho demorado, as refeições tranquilas, os jantares românticos a sós com o papá, as viagens e passeios mais ousados, a casa sempre limpa e impecavelmente arrumada, as roupas sem nódoas de comida. Passamos ou não a viver uma rotina que não era a nossa ? Quando temos um filho, ganhamos também uma nova vida de presente. E nem sempre, essas mudanças são benéficas. Se, para a maior parte dos casais, um filho aumenta a alegria da casa; para outros não é bem assim... (mas isso já é assunto para um outro post...)


Como não lembrar das inúmeras noites que fiz minha mãe levantar da cama para abrir o portão de casa para mim depois que chegava de uma balada ?
Como esquecer de todas os cafés-da-manhã na cama que ela levou para mim ?
Quantas vezes mudou o cardápio do almoço ou da janta só para me agradar ?
E do quanto cuidou com carinho e amor quando estava doente ???

Sei também que há pais que não se sentem escravos dos filhos. Levam a vida quase como antes da chegada deles e preferem não abdicar de muitas coisas. Mas eu faço parte do outro time: daqueles que acham que esse é o único tipo de escravidão que aceitamos com prazer.
Mesmo com tantas imposições e regalias negadas, fazemos sacrifícios, nos empenhamos e nos dedicamos com amor. Tudo passa a ter menor importância diante de um filho. Eles passam a ser a nossa razão de viver. Como muita gente já disse por aí: "é o nosso coração fora do corpo" !


Esse será mais um fim de semana sem ida ao cinema, mas vai ser tão bom ou melhor que os outros... e assim espero que seja o de vocês !

Visual camaleão

Gente, peço desculpas a quem visitou o blog no início do dia de hoje... Deve ter visto o coitado "mudar de roupa" várias vezes... inclusive, com combinações esquisitas... É que andei "fuçando" na net para ver se deixava esse cantinho mais bonito e como não sou grande expert no assunto, acabei cometendo alguns deslizes... Antes que eu faça alguma asneira e consiga apagar o blog... vou deixar com essa nova cara... aos poucos, vamos melhorando...

quarta-feira, 10 de Novembro de 2010

Filhos: sinônimo da ingratidão

À primeira vista ou primeira lida, o título desse post pode parecer agressivo, exagerado e até injusto, mas em algum momento dessa leitura, quem sabe vocês não me dão razão...

Quem é mãe e pai sabe... a nossa visão de mundo muda, e muito, depois que temos um filho. Mudamos a nossa forma de pensar: o que era essencial passa a ser supérfluo, as pequenas coisas da vida ganham uma dimensão que não tínham antes. Passamos até a amar mais os nossos pais. Aprendemos a dar o valor que eles realmente têm ! Pena que isso só aconteça passado tantos anos; muitos nem conseguem dizer isso aos pais em vida.

Estive pensando sobre isso esses dias...
Olho para os meus sogros.. dão tudo e algo mais aos filhos... viveram e continuam a viver para 3 rapazes que já estão bem feitos na vida. Todos trabalham e, por vezes, podem até ter mais possibilidades que os pais... mas os pobres coitados estão sempre a dar, a dar e a dar... E ai de quem quiser retribuir ! É quase considerado uma ofensa ! Mas quando os pais precisam de mais umas mãozinhas na agricultura, quem quer sair do conforto e do quentinho de sua cama para ajudar ?

Olho para os meus pais... acho que eu e meu irmão fomos bons filhos. Nunca demos trabalho quando éramos mais jovens. Fomos bons alunos, fizemos faculdade, nos formamos, fomos trabalhar e ajudamos no que pudemos. Nunca tivemos problemas com álcool, drogas ou violência. Mas hoje me vejo morando em outro país, longe deles. Tive que abandoná-los para seguir o meu caminho. O máximo que posso fazer é telefonar todas as semanas, visitá-los uma vez por ano e pouco mais... quanta ingratidão, depois de tudo o que fizeram por mim !

Quando temos um filho, é incrível ! Amamos cada pedacinho dele: cada dedinho, cada fio de cabelo. Eles nos enchem de alegria com um simples sorriso, cada vez que vem correndo nos abraçar. Mas depois eles crescem... começam a se achar gente e donos da própria vida. Vejo filhos de casais amigos que, mal passaram dos dez anos, e já nem querem mais sair com os pais. Quando chegam a adolescência, então, é para esquecer ! Na fase adulta, às vezes, nem sobra tempo para fazer uma visita aos pais. Triste não ?!? Somos ou não somos uns ingratos ?!?! Por mais que nós, filhos, nos dediquemos aos nossos pais nunca vai chegar ao que eles sempre fizeram por nós. 
Só nos damos conta disso depois que passamos a ser pais, como eles. 
Cedo ou tarde, ainda bem que isso acontece... assim a gente vai tendo oportunidades de diminuir a nossa cota de ingratidão.
Nós sempre nos preocupamos e pensamos no que podemos fazer para sermos melhores pais... Mas o que
temos feito para ser um filho melhor ?

segunda-feira, 8 de Novembro de 2010

Do stress à diversão !

Gente, já compartilhei aqui convosco as dificuldades que tenho em fazer o meu filhote comer... Não que ele tenha algum problema de saúde... o único "problema" é que ele ficou viciado na mama e se recusa a comer para poder viver com o nariz grudado na tetinha...


Até os seis meses, o leitinho da mamã foi o alimento exclusivo dele. Depois vieram as papas, as frutas, a sopinha, os iogurtes... Ele nunca foi muito fã de sopa... o resto ia sempre bem... Agora que já come de tudo, ou quase, a sopa nem vê-la. Bem, dizer que ele come de tudo é um exagero! Ele apenas prova e quase nada lhe agrada. Na hora de comer, travávamos uma batalha de empurra e recusa comida, que só visto ! Estressei-me, briguei, perdi a paciência ! Ele chorou, trancou a boca e nada de comer. Ultimamente até enjoou as papas e os iogurtes que comia. Enfim, quase entrei em desespero porque ele se alimentava pouco. Não sei se tudo também foi motivado pelo nascer dos dentinhos, o que lhe tirava o apetite, enfim... chegou uma hora que eu disse: assim não dá ! Vou parar de forçar esse menino a comer. Vou respeitar o ritmo dele e, desde que ele esteja bem, só vou fazê-lo comer o quanto ele quiser...


Nos últimos dias, passei a encorajar o Dieguinho a comer com a própria mãozinha, usando o garfo. Resultado: sucesso total ! Não que ele já coma feito gente grande. Mas a hora da comida que era quase um terror, virou pura diversão ! Meu filhote está achando o máximo "pescar" com o garfo a comida no prato e levá-la a boca. Isso é que é uma brincadeira gostosa, literalmente ! Eu, claro, estou sempre ali, atenta supervisionando tudo e encorajando a cada bocado de carne que ele leva para a boca sozinho...


Nunca pensei que a hora da refeição pudesse ser tão divertida. Agora, carne, massa, fruta, vai tudo em pedaços pequeninos para o prato para que ele mesmo coma com a mãozinha. Hoje, no almoço, esbaldou-se a comer carne grelhada.
Ele fica todo contente com sua nova façanha... e eu mais contente ainda em vê-lo comer de uma forma prazerosa, sem parecer obrigação.
Agora vou incentivá-lo a usar também a colher para comer os iogurtes e por aí vai...
Vocês nem podem imaginar a minha felicidade de ver meu filhote comendo feliz ! Bem, verdade seja dita: ele ainda não é daqueles que chora por mais... mas, aos poucos, espero que ele vá se habituando e gostando de todos os sabores, para a felicidade da mamãe aqui.  

sexta-feira, 5 de Novembro de 2010

Agora é a sua vez... por Simone Scharamm

Entre as gratas surpresas que a blogosfera trouxe-me, foi a possibilidade de conhecer algumas mulheres simpáticas, gentis e muito afetuosoas. Gente que está sempre aparecendo aqui no Amar ser Mãe para deixar um comentário carinhoso, dividir experiências. A Simone Scharamm é uma delas. Eu conheci a Simone quando pesquisava na net sobre festas e decoração. De imediato, fiquei encantada pela criatividade e o talento dessa mulher que coloca a sua arte no http://simonescharamm.blogspot.com/
Além de ser muito dedicada a tudo que é ligado a festas e eventos, descobri na Simone mais uma mulher que ama ser mãe.

***

Simone Scharamm é uma mamãe de Niterói, Rio de Janeiro. Ela foi professora do Ensino Fundamental por 21 anos ! Adora fazer festas ! E faz tudo com muito capricho e perfeição, pois pesquisa muito antes de preparar cada evento. Tudo isso, para ela, é um hobby, mas para mim, falta pouco para essa mulher se tornar uma grande profissional do ramo. Basta uma visitinha no blog para ver como ela leva jeito para a coisa. Mas hoje estamos aqui para falar da Simone-mãe...

Agora é a sua vez....


...por Simone Scharamm





A proposta é de falar de Amor...




Escolhi falar de um Amor muito, muito especial...

O tipo de Amor que não envolve promessas, juras, compromissos, nem depende de conquista ou sedução.

Amor que perdoa tudo, compreeende tudo, nasce junto e perdura por toda a vida.

Amor que não cresce, porque já é enorme desde o início e nada pode fazer com que diminua ou se acabe!

Amor de verdade...Amor de Mãe!



Dedico esse post às minhas amorosas filhas, Vanessa e Luísa, que muito me ensinaram sobre o Amor!



Beijos!!!

***

Simone, obrigada por participar do Agora é a Sua Vez e me autorizar a reproduzir aqui um belo post que você já havia publicado no seu blog. Visite e participe nesse cantinho sempre que quiser !
E quem também desejar abrir o coração e dizer porque ama ser mãe, basta mandar um texto para o mail: deboravieira@hotmail.com . Vai ser um prazer ter a sua participação aqui.
Um fim de semana bem festeiro a todos !

quarta-feira, 3 de Novembro de 2010

Como fazer uma criança feliz ! - Post Nº 100 !!!

A semana começou meio preguiçosa por aqui. Como tinha dito antes, o feriado de finados em Portugal foi na segunda-feira. Aproveitamos para fazer um programa nada original: fomos ao shopping. Como os dias agora estão bem mais frios, os passeios ao ar livre já não são mais convidativos. Resultado: vamos aos templos de consumo !!! E mesmo que a gente não vá consumir nada (o que é quase impossível), dá sempre para olhar as novidades e deixar o pimpolho correr à vontade ou aproveitar as áreas de lazer.


Não estou ganhando nada com essa publicidade... mas desde que fomos ao Mar Shopping, no Porto, virou o meu favorito. É um shopping novo, com conceitos e linhas modernas. Um ótimo espaço para passar o dia inteiro. Ainda mais que ao lado tem uma loja do IKEA. Uma big casa com artigos de decoração ! Enfim, não falta o que fazer e olhar por lá...


E nessa "fase terrorista" do Dieguinho, prefiro mil vezes estar fora de casa. Se ele estiver aqui, está sempre abrindo e fechando gavetas, tirando tudo fora do lugar, nada fica nas prateleiras, enfim.. deixa a casa um caos !!!  (Enquanto escrevo esse post, ele já tirou tudo o que estava nas gavetas do armário dele...). Pelo menos, se estivermos no passeio, ele corre e se diverte à vontade sem deixar o ap de pernas para o ar ! 


Lá no Shopping, uma das diversões preferidas do Dieguinho é essa acima (olhem lá ele !). Eles projetam, no chão, hologramas com publicidades das lojas. As crianças ficam malucas com aquilo. Adoram ! Vai tudo mudando de lugar e eles tentam acompanhar com os pezinhos. Ficam lá montes de meninos e meninas naquela brincadeira... E eis outro motivo porque adoro levar meu filho aos parquinhos ou ao shopping... Como ele não vai para a creche, essa é uma maneira de interagir com outras crianças. E apesar de passar os dias em casa comigo, ele não tem nada de tímido. Não tem vergonha nenhuma ! Entra nas rodinhas, fala com um, com outro e faz fácil, fácil novos amigos...

E ontem, que passamos o dia em casa, a diversão foi essa aí: um balão. O Diego adora brincar com eles e não tem medo quando eles estouram. Uma coisa tão simples mas que garantiu largos momentos de diversão para mim e o meu pimpolho. É nessas horas que a gente vê que para fazer uma criança feliz não precisa de brinquedos caros; basta um pouco de criatividade, amor e atenção para eles ficarem todos contentes...


E hoje também estou toda contente. Esse é o meu post nº 100 !!! Se cheguei até aqui, foi porque gostei da blogosfera - um mundo encantador ! Aprendi muito e conheci muita gente boa e do bem. Obrigada pelo carinho que recebi e recebo todos dias. Obrigada pelas visitas, comentários e a todos(as) os(as) seguidores(as) desse cantinho. 
Que venham os próximos 100 posts ! 

segunda-feira, 1 de Novembro de 2010

Novo presentinho

Começo a semana dividindo com vocês mais um presentinho que ganhei de uma mamãe blogueira...


Sílvia, muito obrigada por este mimo ! Eu entrei no seu blog para deixar um comentário e acabei tendo a grata surpresa desse presentinho. Quem também quiser acompanhar a história dessa querida mamã e seu lindo filhote, faz uma visitinha em: http://srenatass.blogspot.com/

Para este selinho, tenho que responder um questionário e indicar 3 amigas. Vamos lá...

1) Nome Completo
Débora L. Vieira D.

2) Um item de maquiagem que faz parte da minha infância
Aqueles brilhos que hoje o povo chama de gloss (é mais chique, né ?). Eles tinham gostinho de fruta. Uhmmm... gostava mais de comê-los do que outra coisa.

3) A Primeira tintura ou corte radical que fez no cabelo. Se possível colocar uma foto
Não foi nem tintura nem corte. Como tinha e tenho os cabelos muito lisinhos, quando era adolescente sonhava ter os cabelos encaracolados. Resultado, apelei para uma permanente. Valha-me Deus ! Acabei com meus cabelos e  não gostei nada do resultado... Infelizmente ou felizmente não tenho fotos para colocar aqui...rsrsrsrs

4) Música que marcou minha adolescência
Muitas, posso citar aqui aquelas românticas do Phil Collins que marcaram a década de 80. Quem nunca chorou por uma paixão platônica ouvindo uma música dele...rsrsrsrsrs

5) Seu esmalte favorito
Não me ligo muito a nomes. Acho que se chama galáxia, um clarinho com um brilhinho prateado.

6) Sua peça de roupa favorita
Shorts

7) Qual cor de batom que mais usa
Os gloss transparentes ou cor de boca

8) Uma foto minha

Olhem aí eu e o meu filhote !

As indicadas:

Agora vou aproveitar o resto do dia ao lado do marido e do meu lindo filhote porque o feriado de finados é hoje por aqui...