quarta-feira, 29 de Setembro de 2010

Profissão: MÃE

Muitas vezes, questionei-me se optar por ser mãe em tempo integral era a escolha certa. Abandonar a profissão, ficar fora do mercado de trabalho são decisões complicadas. A responsabilidade financeira da casa fica toda nas costas do marido. E sua auto-estima pode ir ao chão diante de uma simples pergunta: O que você faz ?
No mundo de hoje, ser como as mamães de antigamente que se dedicavam à casa, ao marido e aos filhos, parece tão absurdo. Tem até quem seja tachada de preguiçosa, por não trabalhar fora !
Mas, por incrível que pareça, tenho descoberto a cada dia novas mulheres que, por opção, largaram o emprego para voltarem a ser a Rainha do Lar !
Acabei também por encon  trar um texto ótimo sobre o assunto. Ri e identifiquei-me com ele...
Espero que vocês também gostem !

****

PROFISSÃO: MÃE

Ana foi renovar sua carteira de motorista e pediram-lhe para informar qual era sua profissão. Ela hesitou, sem saber como se classificar.
- "O que eu pergunto é se tem algum trabalho", dissse o funcionário.
- "Claro que tenho um trabalho", exclamou Ana. "Sou mãe!"
- "Nós não consideramos mãe um trabalho. Vou colocar dona de casa", disse o funcionário.
Não voltei a lembrar-me desta história até o dia em que encontrei-me em situação idêntica. A pessoa que me atendeu era uma funcionária de carreira, segura, eficiente.
_"Qual é a sua ocupação? perguntou. Não sei o que me fez dizer isto. As palavras saltaram-me da boca:
-"Sou doutora em desenvolvimento infantil e em relações humanas".


A funcionária olhou-me como quem diz que não ouviu bem. Eu repeti pausadamente, enfatizando as palavras mais significativas. Então reparei como ela ia escrevendo no questionário oficial.
-"Posso perguntar" disse-me ela com novo interesse "O que faz exatamente?
Calmamente ouvi-me responder: "Desenvolvo um programa de longo prazo ( qualquer mãe faz isso ), em laboratório e no campo experimental ( normalmente eu teria dito dentro e fora de casa ). Sou responsável por uma equipe ( minha família ) e já recebi 4 projetos ( todas meninas). Trabalho em regime de dedicação exclusiva ( alguma mulher discorda? 0, o grau de exigência é a nível de 14 horas por dia ( para não dizer 24 ).
Houve um crescente tom de respeito na voz da funcionária,que acabou de preencher o formulário e pessoalmente abriu-me a porta.


Quando cheguei em casa, com o título da minha carreira erguido, fui recebida pela minha equipe: um com 13 anos, outra com 7 e outra com 4. Do andar de cima, pude ouvir meu novo experimento - um bebê de 6 meses - testando uma nova tonalidade de voz. Senti-me triunfante! Maternidade... que carreira gloriosa!
Assim, as avós deviam ser chamadas doutoras-senior em desenvolvimento infantil e em relações humanas, as bisavós doutoras-executivas-senior e as tias doutoras-assistentes.

UMA HOMENAGEM CARINHOSA A TODAS AS MÃES, ESPOSAS, AMIGAS, COMPANHEIRAS E DOUTORAS NA ARTE DE FAZER A VIDA MELHOR.

****

Outro texto interessante sobre o assunto está no blog da Fabiane. Vale a pena dar uma passadinha por lá e ler:

http://fabijulia.blogspot.com/2009/12/mae-em-tempo-integral.html

Bom dia  !


                                               

terça-feira, 28 de Setembro de 2010

Antes de ser mãe...

Gente, hoje vou compartilhar com vocês mais um daqueles textos bonitos que nos emocionam...
Um ótimo dia e boa leitura !

****

ANTES DE SER MÃE

Antes de ser mãe eu fazia e comia os alimentos quentes.
Eu não tinha roupas manchadas.
Eu tinha calmas conversas ao telefone.

Antes de ser mãe eu dormia o quanto eu queria e nunca me preocupava com a hora de ir para a cama.
Eu não esquecia de escovar os dentes e os cabelos.

Antes de ser mãe eu limpava minha casa todo dia.
Eu não tropeçava em brinquedos nem pensava em canções de ninar.


Antes de ser mãe eu não me preocupava se minhas plantas eram venenosas ou não.
Imunizações e vacinas eram coisas em que eu não pensava.

Antes de ser mãe ninguém vomitou e nem fez xixi em mim,
nem me beliscou sem nenhum cuidado, com dedinhos de unhas finas.


Antes de ser mãe eu tinha controle sobre a minha mente, meus pensamentos, meu corpo e meus sentimentos.
... eu dormia a noite toda...
Antes de ser mãe eu nunca tive que segurar uma criança chorando para que médicos pudessem fazer teste e aplicar injeções.
Eu nunca chorei olhando pequeninos olhos que choravam.
Eu nunca fiquei gloriosamente feliz com uma simples risadinha.
Eu nunca fiquei sentada horas e horas olhando um bebê dormindo.


Antes de ser mãe eu nunca segurei uma criança só por não querer afastar meu corpo do dela.
Eu nunca senti meu coração se despedaçar quando não puder estancar uma dor.
Eu nunca imaginei que uma coisa tão pequenina pudesse mudar tanto minha vida.
Eu não imaginei que pudesse amar alguém tanto assim.
Eu não sabia que eu adoraria ser mãe.

Antes de ser mãe eu não conhecia a sensação de ter meu coração fora do meu próprio corpo.
Eu não conhecia a felicidade de alimentar uma bebê faminto.
Eu não imaginava que alguém tão pequenino pudesse fazer-me sentir tão importante.

(autor desconhecido)

sábado, 25 de Setembro de 2010

Meu segundo selinho !

Olhem ele aí !!!!


Tuka, muito obrigada pelo carinho e pelo selinho !!!

As regras para quem ganha esse mimo são:

1. Repassar para blogs que você leu e gostou.

Eu leio muitos... adoro vários... foi difícil escolher... Mas aí vão:

http://eueenzo.blogspot.com/ - da mamãe Vanessa
http://gabykmara.blogspot.com/ - da mais nova mamãe ! Gabi
http://jogaucha.blogspot.com/  - da mamãe Geovana
http://poraiobservandoomundo.blogspot.com/ - da futura mamãe Karolzinha

2. Escrever, em forma de lista , porque ser mãe é TUDO DE BOM ( vale de 6 a 10 ítens)

... porque nos realiza de uma forma plena
... porque gerar um filho e vê-lo crescer é maravilhoso
... porque não há nada mais gratificante do que ver o seu filho sorrir
... porque não há nada melhor no mundo do que receber uma manifestação de carinho do nosso pequeno
... porque só quando somos mães é que aprendemos a amar de verdade
... porque é uma experiência única, uma sensação indescritível.

É isso aí gente... agora vou curtir mais um pouquinho o colinho da minha mãe !

Dando e recebendo colinho...

Olá pessoal !
Estar juntinho da minha mãe, de novo, é ótimo. Em uma semana já deu para matar as saudades e colocar muitos assuntos em dia... Ela com o Diego, vocês até podem imaginar ! Uma babação só !!!
Estivemos a passear. Fui mostrar a ela, ao meu irmão e à minha cunhada um pouquinho das coisas bonitas das terras lusitanas. Acho que eles estão gostando ! Eu estou amando poder ficar juntinho deles...
Mas também estava cheia de saudades de vir ao meu cantinho e visitar os blogs das amigas queridas...
Hoje arranjei um tempinho para aparecer aqui. E aproveito para compartilhar um texto que recebi no meu mail. É bem interessante e muito oportuno. O tema é DISCIPLINA ! Acho que dá boas dicas para que a gente possa lidar da melhor maneira com os nossos pequenos... Aí vai o link...


Bem, o post de hoje é assim: curtinho... para dar um "olá" e deixar um beijinho no coração de todos ! Obrigada pelos comentários carinhosos e sempre que tiver uma brechinha, passo por cá.
Um ótimo fim de semana !

sexta-feira, 17 de Setembro de 2010

Porque eu também amo ser filha !

Gente, hoje é um dia especial ! Além do Dieguinho estar completando 14 meses, também é o aniversário do papá... Obaaaa !!! Vai ter festinha aqui em casa !!! E eu adoro preparar esses momentos especiais !


E também tenho um terceiro motivo para estar muito feliz hoje... É que amanhã vou matar as saudades do colinho da minha mãe. Ela, o meu irmão e a minha cunhada vem nos visitar. E vão passar 2 semanas cá conosco. Vai ser pouco para a mamãe curtir o neto...
Também vamos aproveitar para passear um pouquinho... Por isso, nesses próximos 15 dias, não vou poder vir ao blog com a mesma regularidade.


Desculpem a ausência, mas quero aproveitar o máximo de tempo com eles, pois estamos tão longe o ano todo... E além de amar ser mãe, eu também amo ser filha !!!! Quero curtir e muito a minha mamã !!!!
Mas sempre que puder, vou tentar passar por aqui nem que seja para dizer um olá... e quando voltar estarei cheia de novidades para contar !
Agora preciso ir... Tenho uma festinha para preparar ! Vou ver se faço uma coisa de jeito para mostrar aqui depois, tá ? 
Um grande abraço e inté !

quinta-feira, 16 de Setembro de 2010

Ele ainda não fala, mas já "diz" muito !

Tenho um tagarela em casa, vocês nem queiram saber... E olha que ele ainda nem sabe falar, mas é difícil ficar calado. O Diego está sempre se expressando numa linguagem toda própria. Uma graça ! A gente não entende nada do que ele diz, mas sabe bem o que ele quer...


O meu filhote fala poucas coisas compreensíveis, entre elas: olá e papá (o danado ainda não diz mamã). De resto, é um monte de "tá-tá-tá", "té-té-té", "bá-bá-bá"... só visto. Passa o dia todo a falar sílabas, de um lado para outro.

Quando falamos com ele, nunca ficamos sem resposta. Ele conversa usando aquela linguagem dele sem se intimidar. Se a gente briga com ele, também já sabe que calado ele não fica. Já estou pra ver que quando ele começar a falar de verdade, vai ter uma desculpa para tudo, vai querer ter a última palavra. Ai, ai...



Mesmo falando "idiomas" diferente, eu e meu filhote nos entendemos super bem. Em 99% dos casos, sei o que ele quer ou está querendo dizer. Acho uma piada quando começamos a conversar os dois...
 E o meu filhote também tem uma linguagem corporal fantástica ! Vivo dizendo que de fome e de sede, ele não morre. Quando nos vê comendo algo, aponta e pede o que quer; pede mais, abana os  bracinhos em sinal de "basta" quando não quer mais comer e agora aprendeu a colocar as duas mãozinhas viradas para cima e dizer: "não há !" Fica tão engraçado... Eu e o papá babamos e damos boas risadas com aquela carinha de desapontamento dele.



E quem pensa que ele é "conversador" só em casa, engana-se ! Quando sai à rua está sempre dizendo "olá" para toda gente. No elevador, nas lojas, no cabelereiro, nos restaurantes... Sem vergonha, mete-se com as pessoas e é persistente. Se alguém não lhe responde à primeira, ele insiste até ser correspondido. Ele adora mesmo se comunicar e interagir com as pessoas. Ficamos bem admirados com o jeito despojado dele. Além de tudo, é super esperto ! Já percebe quando nos vamos embora de algum lugar e é o primeiro a começar a acenar com a mãozinha dando "tchau".
Ver todos os dias aquela carinha sapeca, sorridente e "tagarela", tem como não amar ser mãe ?

quarta-feira, 15 de Setembro de 2010

Novos dentinhos e a primeira escovação !

Que George Clooney que nada !!! Para mim, o sorriso mais bonito do mundo é esse aí !


Mas não é lindo, mesmo pessoal ?!? Confessem !!! rsrsrsrsrs !!! Esse é o sorriso do meu pimpolho há meses.  Quatro dentinhos em cima e quatro embaixo. Os dois primeiros apareceram quando ele tinha apenas 4 meses. Os outros vieram logo atrás. Depois pararam de nascer. Só agora novos começam a despontar.


O primeiro pré-molar já nasceu. O segundo pré-molar está a aparecer, assim como uns dentinhos da arcada superior que ainda não consegui identificar, pois cada vez que vou examinar, levo cada mordida... Pois é... meu pequeno safadinho adora testar a dentição nos meus dedos...
E com um pouco de atraso (dou a mão à palmatória), é que começo a escovar os dentinhos do Diego.
Ontem, fomos á farmácia para que ele escolhesse a primeira escovinha de dentes. A da foto abaixo foi paixão a primeira vista. Mal a viu, começou logo a rir-se.


A inauguração do kit foi ontem à noite e teve pouco sucesso.
Começamos eu e o papá a escovar os dentes para o Diego ver. Ele achou aquilo o máximo !!! Começou logo a rir e bater palminhas... Mas quando foi a vez dele... coitado ! Para começar, mal abriu a boca... depois experimentou o gosto da pasta... não fez careta, mas saiu correndo pela casa e não quis mais saber daquilo de jeito nenhum...
Resolvemos não insistir logo de primeira para ele não começar a ver a escovação de dentes como uma imposição.
Sendo assim, cada dia, vamos tentando um pouquinho e mais um pouquinho até ele se acostumar.



Não ter sido uma mãe mazinha ontem, trouxe-me boas recompensas hoje de manhã...
O Diego acordou super bem disposto, como sempre. Mas, ao contrário da maioria dos dias em que ele salta logo da cama para ir brincar, hoje ele ficou deitadinho ao meu lado. Ficamos preguiçando os dois, brincamos, rimos, nos divertimos imenso !
Tem maneira melhor de começar o dia ???
Que o vosso dia seja tão maravilhoso como o meu início de manhã ! 

terça-feira, 14 de Setembro de 2010

Nossa nova aquisição !

Olha ela aí... ou melhor... ele !


 No último fim de semana, compramos um bacio para o Dieguinho. Bacio é o nome usado por cá para o nosso velho e bom pinico ! rsrsrsrsrsrsr ! Eis o mais novo troninho do nosso filhote !


O médico disse que já era hora de estimular o pimpolho a usá-lo. Pelo menos ir mostrando, dizendo para que serve e coisas do gênero. Achei cedo. O Di ainda nem sabe falar para pedir para fazer xixi e caca, mas pronto ! A minha sogra já deu até uma fórmula para ele ir se acostumando. Quando estiver fazendo caca, corro e levo-lhe para sentar lá, assim ele vai se habituando. Confesso que ainda não testei. Mas qualquer dia desses, vou experimentar...


Quando eu e o papá saimos à caça do tal bacio, encontramos tantos modelos que fiquei indecisa! Tem uns bem sofisticados que tocam música quando caí lá qualquer coisinha...

São uma gracinha, mas achei um desperdício de dinheiro, tal a utilidade da coisa. Também encontramos muitos no qual a criança tinha que "montar", como se estivesse num cavalinho. Tipo esse abaixo:
Apesar de bem bonitinhos, não achei muito prático; queria algo que se assemelhasse ao modo como sentamos no vaso sanitário. Por isso, escolhemos o modelo simples, da foto do início deste post...
      Acabei também dando uma vasculhada e encontrando informações interessantes e algumas dicas que podem ajudar a nós, mamãs...

- Segundo os especialistas, as crianças não estão preparadas para deixar as fraldas antes dos 2 anos, pois, em geral, elas só conseguem ter controle sobre os intestinos a partir dessa idade.
- Os pais não devem se impor. O melhor é respeitar o ritmo e a maturidade da criança para usar o bacio. Cada uma vai fazê-lo ao seu tempo assim como acontece com andar, falar...
- Deixe que a criança se familiarize com o pinico
- Incentive-a a usá-lo mostrando como você faz quando vai ao banheiro (=casa de banho)
- Comece tentando sentar a criança no bacio, ainda vestida.
- Depois, passe a sentá-la sem roupa.
- Quando ela já estiver habituada, deve-se sentar a criança no bacio após as refeições para que ela faça suas necessidades. Se isso não acontecer em dez minutos, tire-a de lá e volte a tentar depois de uma hora.

Cada um tem o seu conselho, uma boa dica. Mas em todos os lugares que li, uma coisa é unânime: essa é uma etapa que exige muita paciência e dedicação por parte dos pais.
Quem já passou por isso e tem aquela soluçãozinha mágica, compartilha conosco.
Eu e muitas outras mamãs agradecemos.
Um dia bem cheirosinho a todas !


segunda-feira, 13 de Setembro de 2010

Números... e bons resultados !

Gente, uns dias longe da blogosfera e volto cheia de coisa para "colocar em dia": esse cantinho querido, a visita aos outros cantinhos que adoro, os comentários... enfim...
E foi justamente "me atualizando" que descobri uma coisa super legal através do blog da Dani (http://gravidaegata.blogspot.com/).
Ela postou como é que dá para se ver a "audiência" do nosso blog ! Uma nova ferramenta que surgiu na página de configurações; a seguir "gerar receitas", apareceu "estatísticas".
Basta clicar lá e você acompanha o histórico do seu cantinho: as mensagens mais visualizadas, os sites de referência que trazem ao seu blog e de onde partem as visitas. Super interessante !
Valeu Dani !  Ainda bem que tem gente, como você, que gosta de compartilhar as coisas.
Para alguns, não deve ser novidade. Mas para mim, foi ! Tanto que resolvi "divulgar" também para que outras pessoas possam ter gratas surpresas, como eu tive !


Olha que legal !
Lá, posso ver quais os post mais visitados hoje, na última semana, no último mês e saber qual o campeão de visitas do blog.
Hoje, o mais visto é o da última quinta-feira:
Por coincidência, acho que foi o que mais recebeu comentários até hoje.
Mas, se pegarmos como a análise a última semana, o vencedor é:
Aliás, esse post é o grande campeão do blog. Foi o que mais visualizações teve. Embora tenha recebido apenas dois comentários, foi visto mais de 500 vezes. Já pensou ?!?
Em segundo lugar:
E o terceiro está com:
Ambos com quase 50 visualizações.


É muito bom ter esse "feedback".
Os sites de referência, que acho que são os sites pelos quais os visitantes mais chegam ao blog são, no meu caso, o google, o blog da Karolzinha (http://poraiobservandoomundo.blogspot.com/) e o da Gabi (http://gabykmara.blogspot.com/).
E achei interessantíssimo também saber de onde são as pessoas que visitam o Amar ser Mãe.
1º Lugar: Brasil
2º Lugar: Portugal
3º Lugar: Estados Unidos
4º Lugar: Espanha
Mas também já passaram por aqui gente do Canadá, França, Colômbia, Romênia, Itália, Argentina, Rússia, Irlanda...  Que bacana ! Bem bom para um blog que começou despretencioso, com o objetivo de tentar diminuir a distância entre mim e a minha família que está no Brasil.
Sei que meus números são tímidos; minúsculos diante de gigantes que tem centenas de seguidores, dezenas de comentários e milhares de visualizações todos os dias. Mas mesmo assim, deixam-me muito feliz. Obrigado a todos que visitam esse cantinho, tornaram-se seguidores, deixam comentários.  É um prazer conhecer novas pessoas, trocar experiências e saber que tem sempre alguém nesse mundão de olho na gente.
Valeu !

quinta-feira, 9 de Setembro de 2010

Meu primeiro selinho !

Comecei o dia com uma grata surpresa. Aliás, duas ! A primeira, o comentário de uma nova amiga Andréa Palomo (http://andreapalomo-ovoscomgeleia.blogspot.com/) que também resolveu ser a mais nova seguidora do blog. A segunda, é que a própria Andréa resolveu me presentear com um selinho. O Primeiro do Amar ser Mãe ! Obaaaaaaaa !!! Aí está ele...


Ainda por cima, um selo de qualidade. Tudo de bom !!!! Muito obrigada pelo carinho, Andréa ! Espero corresponder à altura...
Agora vamos às regras deste selinho...

- Indicar o blog de quem me deu:

- Falar 9 coisas sobre mim:
1) Amo ser mãe. Amo meu filho !
2) Amo meu marido, minha família e a vida !
3) Estou cada dia mais encantada e apaixonada pela blogosfera.
4) Adoro viajar, conhecer gente e fazer novas amizades
5) Adoro fazer jantares e festinhas em casa para receber pessoas queridas
6) Adoro ir ao cinema (coisa que não tenho feito deste que o Diego nasceu, mas é por uma boa causa !)
7) Adoro artesanato e decoração (embora não tenha muito jeito para isso, admiro quem tem !)
8) Sou louca por pipoca, chocolate derretido (como vc, Andréa), bolo, leite condensado...
9) Estou encantada com a maternidade e todas as transformações e maravilhas que trouxe à minha vida

Finalmente indicar 9 blogs que merecem este selinho:

Bem, pessoal, agora vocês já conhecem um pouquinho mais de mim e dos outros blogs que gosto de visitar. À Andréa Palomo, mais uma vez muito obrigada: pelo comentário, por virar seguidora desse cantinho e pelo selo ! Espero que possamos trocar muitas figurinhas sobre esse maravilhoso mundo da maternidade ! E o convite fica aberto a todas !

quarta-feira, 8 de Setembro de 2010

Lá vem ele !

Quando o Dieguinho começou a andar sozinho pela casa, achei mesmo engraçado aquele pingo de gente seguindo-me de um lado para o outro. É impressionate... para onde eu vou, ele vai atrás. E quando o pai está em casa, aí é a vez dele ser seguido. Nem no banheiro o nosso filhote nos deixa descançados ! Se fechamos a porta, ele bate, bate até a gente o deixar entrar !
Achamos o máximo ter o nosso filhote sempre ali, andando ao nosso lado. E quando estamos em um canto da casa e ele está em outro. Basta a gente chamar que ele vem rapidinho...


Esses aí acima são os pezinhos dele. Como o tempo já não está mais tão quente, estamos abandonando as chinelinas havaianas que minha mãe deu para voltar a usar essas pantufas. Diga se não são lindas ?!?!


Quando comprei essas pantufas, o Diego ainda não andava sozinho... Mas agora é que elas tem graça, pois ao andar,  fazem um barulhinho; parecendo um sininho. Assim, basta ele se movimentar, que sei onde ele está. Não é boa essa técnica ??? Fica mesmo é muito engraçado...
Ontem à tarde, estava na cozinha, quando comecei a ouvir os sininhos. Tiro e queda !
Era o meu filhote que tinha acabado de acordar ! Desceu da cama e vinha em busca da mamã !
É impressionante como a maternidade nos faz admirar as coisas mais simples da vida...
Um ótimo dia a todos !

terça-feira, 7 de Setembro de 2010

Por que "me tornei" mãe...

Muita gente tomou um susto quando soube que eu ia casar... Quando fiquei grávida, então ! Nem eu acreditei ! Eu tinha uma vida totalmente diferente: centrada na minha profissão e em mim mesma ! Era uma pessoa que fazia o que queria sem pedir permissão e nem depender de ninguém. Trabalhava, viajava, saia com minhas amigas... Enfim, aproveitei bem a minha solteirice. Nunca imaginava casar, nem muito menos ter filhos. 
Quando comecei a ver muitas das minhas colegas subindo ao altar... depois com o barrigão... pensava... isso não é para mim ! Nem sabia brincar com crianças... Achava o máximo quem inventava mil-e-uma coisas, rolava no chão... Mas definitivamente não tinha jeito para aquilo...


Bem, pensava eu, né ? Nos últimos quatro anos, a minha vida deu uma virada incrível.  Conheci meu marido, mudei de país, parei de trabalhar fora, casei e tive um filho. De todas essas etapas, claro, a que mais me surpreendeu foi a maternidade...
Mesmo depois de casada, nunca me imaginava mãe. Achava que não tinha instinto materno, que não seria uma boa mãe... enfim... não tinha nascido para isso.
Mas o relógio biológico começou a apitar, uma grande amiga não parava de falar das vantagens de ter um filho... fomos amadurecendo a idéia... e eis que o Diego veio ao mundo ! 


O meu filhote veio me mostrar como eu estava errada ! Hoje só consigo pensar que ser mãe é a melhor coisa do mundo ! Eu, que imaginava que não levava jeito para a coisa, acabei me revelando uma mãezona, super galinha ! É incrível, as maravilhas que um filho nos traz. A gente acaba se redescobrindo de tal maneira... é impressionante ! Sem falar no instinto materno que vai crescendo junto com a barriga durante a gravidez, todo o resto vai aflorando de um jeito tão simples e natural: as brincadeiras, as músicas esquecidas da infância, os cuidados... Tudo !
Com certeza, foi a maior transformação e surpresa da minha vida !


Hoje quando ouço uma mulher dizendo que não quer filhos, que não nasceu para ser mãe, lembro de mim há quatro anos. Penso o quanto essas idéias podem estar equivocadas ! É claro que respeito a opinião de quem renuncia o caminho da maternidade. Mas o que quero dizer é como a gente pode se enganar quando desconhece alguma coisa, nesse caso, o "ser mãe"..
Longe de mim querer julgar ou incentivar alguém.
Esse post é um simples relato do que aconteceu comigo.
Meu filho causou uma transformação maravilhosa em minha vida. Tornou o meu dia-a-dia e o do meu marido muito mais intenso, alegre e belo. Não nos cansamos de dizer o quanto o Diego nos enche de felicidade... o quanto a nossa vida era menos colorida antes dele...  
Nem dá para descrever ! Melhor mesmo é sentir !!

segunda-feira, 6 de Setembro de 2010

Segunda mãe...

Gente, quem já viveu ou vive fora do Brasil, sabe que nem sempre é fácil fazer novos amigos... pelo menos, pessoas que não sejam brasileiras. Americanos...europeus... são muito mais fechados que nós e custa até ganhar confiança e entrar para círculos de amizade.
Depois de três anos morando em terras lusitanas, ganhei uma grata surpresa. Eu e o papá do Diego fomos convidados para sermos padrinhos de um menino lindo que também tem um aninho, como o meu filhote. Ficamos bem contentes, afinal, um convite assim não se faz a qualquer pessoa. É sinal de reconhecimento e muita consideração. O engraçado é que agora somos padrinhos de um dos filhos dos padrinhos do Diego. Hein ? Vamos explicar melhor essa história...
O papá do Diego e o amigo que vou chamar de A. (por questões de privacidade) eram colegas desde a universidade. E depois que nós casamos, os laços de amizade foram se estreitando, por afinidade, por passarmos a fazer os mesmos programas, enfim... e quis o destino que eu e a a esposa de A. ficássemos grávidas na mesma altura. Nada combinado ! Foi uma imensa coincidência ! Tanta que nossos bebês nasceram apenas com uma semana de diferença. O deles numa sexta, o nosso, na sexta seguinte.
Estarmos grávida em simultâneo também nos aproximou mais ainda. De repente, foi surgindo um belo laço de amizade... tanto que nos levou a chamar A. e esposa para serem os padrinhos do Diego.
Em retribuição e consideração, o convite nos foi retribuído e também fomos chamados para sermos os padrinhos do filhinho deles.


O batizado foi ontem. Uma cerimônia bonita e aconchegante. Interessante é que os nossos compadres batizaram os dois filhos ao mesmo tempo. Além do meu afilhado, eles também têm uma menina linda de 3 anos. 
  D. é o meu segundo afilhado. Também já sou madrinha de uma menina, que hoje tem 8 anos. Mas dessa vez, passei a entender melhor o que é ser madrinha. Da primeira  vez, era nova e não tinha a consciência da responsabilidade que me estava a ser entregue. Agora, além de ter mais maturidade, também sou mãe; e isso muda muito o nosso modo de ver a vida.
Com certeza, hoje valorizo bem mais o "ser madrinha". Muito além da figura boazinha que dá presentes, o importante é estar presente, acompanhar e ajudar no crescimento do afilhado. A palavra AFILHADO deriva do significado de afiliar, TOMAR COMO FILHO, isto é, o afilhado é como se fosse um filho. Sendo assim, também não poderei falhar como uma segunda mãe...

sexta-feira, 3 de Setembro de 2010

A maternidade transcende a razão !

Vez por outra a gente vê em algum lugar uma mamãe-bicho salvando a sua cria. Fico mesmo impressionada como a maternidade, o ser mãe, ultrapassa toda e qualquer razão. Não é uma exclusividade do ser humano, racional, bicho pensante que, muitas vezes, usa tanta inteligência justamente ao contrário: para maltratar e até matar os próprios filhos. Mas isso é outro assunto que nem quero comentar...
Quero, sim, dedicar o post de hoje a todas as fêmeas que amam ser mães. Quem não viu esse vídeo ??



Como este, muitos outros correram o mundo. Imagens que emocionaram milhares de pessoas. Ações que só seriam possíveis graças ao amor de mãe... Aproveito para compartilhar com vocês outras imagens que me marcaram... Dêem uma olhadinha...












Não são lindas ?? Elas valem ou não mais que mil palavas ???
Um fim de semana cheio de amor de mãe a todos !!!

quinta-feira, 2 de Setembro de 2010

Um pouco de mim e de outras mamãs...

Gente,
Quando comecei este blog, em maio deste ano, tinha o objetivo de colocar no "papel virtual" todo aquele turbilhão de emoções e coisas novas que chegaram até mim com a maternidade. Desde que me entendo por gente, sempre gostei muito de ler e escrever e não é à toa que me formei em Jornalismo. Mas quis a vida que eu enveredasse por outros caminhos, abandonasse (temporariamente, não sei !) a profissão e assumisse o delicioso papel de mãe em tempo integral. Foi por amar ser mãe que criei esse cantinho. E graças a ele, resgatei o exercício da escrita, que tanto gosto, e estava um pouco de lado...


Eu tinha noção do que era um blog, mas nem imaginava o quão desenvolvido e grande era o novo mundo onde estava a entrar. Não sabia que existia uma blogosfera tão vasta e diversificada, que a cada dia, vou conhecendo um pouquinho... Também "apanhei" um bocado para fazer a página inicial do meu blog, já que não sei mexer nada com design, computação gráfica, photoshop... Isso tudo é grego para mim ! Fico babando quando visito outros blogs e vejo como as páginas são personalizadas. Acho lindo !  Quando eu crescer, também quero fazer bonito. Mas por enquanto, foi me contentando com meu cantinho simples e arrumadinho...

Eu sou uma novata nessa blogosfera tão encantadora. O "Amar ser mãe" ainda vai completar 4 meses; e posso dizer que tem sido uma experiência gratificante. Ainda não é um blog muito conhecido, nem tem dezenas de seguidores. Mesmo assim, trouxe-me realização pessoal, o que é muito importante. Outro ponto imensamente positivo é que, através dele ou por causa dele, acabei descobrindo outros blogs. Espaços interessantíssimos, ricos de informações, recheados de emoções e histórias de vida. Surpreendi-me com a quantidade de outros cantinhos como o meu: mães que dividem o dia-a-dia delas e dos filhos com o mundo. 


Já visitei cada blog legal ! Em alguns, abri para visitar uma página e acabei lendo quase todos os posts. No que toca aos das mamãs, pude ver como passamos por situações e sentimentos parecidos. Identifiquei-me em muitas palavras de outras mulheres que também amam ser mães. E nesse post de hoje, gostava de dividir com vocês, algumas dessas minhas gratas descobertas.

Um cantinho super legal que dá ótimas dicas e reúne outras mulheres que, como eu, amam ser mães !

Esse é o blog da mãe do Eduardo Matheus. Ela postou um texto super bonito intitulado "Carta de um bebê". Vale a pena ler !

Esse espaço é o  espaço de Aline Bretas e do seu Theodoro ! Em cada post, gotas de esperança e lições de amor de uma mãe que luta pela saúde do filho.

Outro cantinho charmoso de mais uma mãezona. A autora publicou um texto bem interessante sobre ser mãe em tempo integral que vale a pena a leitura...

Traz artigos bem interessantes para as mamãs. Um deles chamou a minha atenção especial: Utilidade pública - Adaptação: O fim de cinco mitos

Esse é passagem obrigatória. Tem ótimas dicas de alimentação para os pequenos.

http://nossaalegria.blogspot.com/
Esse é o cantinho da Dina, a mãe do Felipe. Uma mamã de escrita gostosa...

Ontem, passei o dia visitando blogs de outras mamãs e peço desculpa se deixei alguém de fora dessa vez. Mas sempre que possível, vou tentar trazer para o meu cantinho algumas dessas minhas descobertas.
Parabéns a todos que fazem da blogosfera um espaço tão rico e gostoso de navegar !